Translate

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Vênus em Aquário

                         Vênus em Aquário
   Vênus o planeta do amor, do feminino e dos valores, entra em Aquário representando os valores humanitários, os direitos individuais, o amor na sua forma mais independente, plural e sem preconceitos.
   Quem tem este posicionamento de Vênus ama o diferente e exótico, está sempre com os interesses voltados para o que há de vir, tem valores futuristas e amam querendo e dando liberdade.
   O trânsito da Vênus, no último signo do elemento ar, sintoniza com o nosso papel no cenário do nosso tempo e como podemos criar e participar. Encontrar sentido e desenvolver talentos, ver nas nossas qualidades particulares utilidade e coerência, no cenário sociopolítico. 
   Plutão em trânsito por Capricórnio renovando as estruturas que vem possibilitando a nova atitude apontada por Urano em Áries. Vênus em trânsito por Aquário, de 03 a 27 de janeiro de 2015, vai favorecer a constatação da importância do convívio e como dependemos uns dos outros para evoluir, ter um mundo melhor, e mesmo para alcançar o sucesso em nossas metas e sonhos individuais.
   Respeitar o outro para ser respeitado, aceitar para ser aceito, permitir ser para ser são conceitos que o feminino (Vênus), que está em todos nós independente de gênero, se manifesta de forma respeitosa aos valores do coletivo e aos direitos individuais. Liberdade, Fraternidade e Igualdade, o lema da Revolução Francesa, são conceitos lembrados por esta Vênus para todos neste ciclo.
   O exercício da individualidade necessária e livre, sem preconceitos e limites, com respeito e valorização do outro são lições a serem apreendidas em tempos da transgressora Vênus em Aquário, que aponta para o futuro da humanidade da revolução tecnológica, que modificou radicalmente a comunicação, democratizando acessos, alterando comportamentos, instituições, valores e ampliando limites físicos e culturais.
   Quem nasce com a Vênus em Aquário busca relacionamentos onde tenha liberdade e amizade, não toleram ciúmes e possessividade. São visionários e procuram o distante, o desconhecido, por isto costumam se relacionar com pessoas de culturas diferentes da sua, gostam de experimentar sexualmente. São revolucionários e transgressores, vislumbram o longínquo, idealistas, libertários e engajados politicamente.