Translate

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Vênus em Peixes


                Vênus em Peixes

   Vênus para os romanos, Afrodite para os gregos, Netzack/Árvore da Vida, sétima esfera na Cabala. Para a Astrologia representa o feminino, como encontramos prazer, valorizamos, interagimos e somos agradáveis.
A posição que Vênus ocupa no nosso mapa natal diz onde as experiências nos dão prazer e podemos agradar os outros. No mapa dos homens representa o feminino que se identifica.
   Vênus é a Deusa do amor e da beleza, associada a venéreos e afrodisíacos, ambos relacionados ao sexo. Afrodite era a mãe de Eros de onde vem a palavra erótica, rege dois signos do zodíaco Touro e Libra, em cada uma das regências manifesta um traço da Vênus.
Em Touro é material, física e ligada à excitação dos sentidos. O prazer da comida, nos sentidos e no exercício deles, sexo e prazer e as formas de obtê-los.
   Vênus representa a beleza, em tempos de padrões estéticos definidos por interesses, deixa as pessoas frustradas em relação a sua própria beleza, pela dificuldade de se encaixar nos padrões. A Vênus/Afrodite nasceu da espuma que se formou dos testículos de Urano que foram jogados no mar, ou seja, simbolicamente livre de padrões. Nasceu adulta e pronta para se relacionar, e este é o padrão da Vênus que rege Libra, a cópula, interação, sedução, ter prazer com o outro.
   Vênus rege o amor, o tesão e não necessariamente o romance, é o fogo que arrebata e nos impulsiona para fora de nós, para o outro.
   A mais bela e graciosa das deusas casa com Hefesto, o mais feio e mal-humorado dos deuses, por isto a Vênus em nosso mapa pode estar relacionada a coisas não muito agradáveis, que precisam ser resolvidas, e sua presença suaviza e deixa mais leve estas experiências.
Em trânsito por Peixes de 27 de janeiro até 20 de fevereiro de 2015 onde encontra Marte, Netuno e Quíron, lapidando a nossa capacidade criativa, nossas atitudes, espiritualidade e elevando a sensibilidade. Nos proporciona a oportunidade para sermos menos mesquinhos e mais gratos a tudo e a todos. A conjunção com Quíron cicatriza feridas e pode curar doenças cármicas e/ou crônicas.
   Em Peixes a Deusa do amor traz refinamento, sensibilidade para tudo que é belo, sutil e encantador. Exalta o requinte e a delicadeza, as artes e lugares de energia positiva e de beleza natural. O desafio é administrar tanta sutileza e sensibilidade, num mundo onde o amor e o sexo são vividos de forma tão primária e vulgar.
   Buscar dentro de nós, resgatar a sedução, a beleza única que é só nossa, a delicadeza nos contatos, o cuidado com o outro, praticando o respeito que queremos que tenham com as nossas fragilidades e susceptibilidades.
   A Vênus em Peixes nos traz o amor pelo próximo, só possível de ser vivido se temos amor-próprio e damos valor a vida, a nossa e a de tudo que existe.
Neste período pode aumentar consideravelmente os amores platônicos e a distância, estaremos apaixonados pelo amor. Podemos canalizar esta energia para os nossos projetos e priorizar os nossos sonhos, ficar recolhidos e solitários.
   Contatos empáticos e resgatar o romantismo são manifestações desta Vênus tão sensível e sonhadora. Exercitar a magia e a conquista, flores, presentes e rituais amorosos. Não dispensar carinho, conversa e música. Com Netuno, regente da ilusão e da fantasia, em Peixes, o contato humano deverá se dar de forma mais sutil e elevada.
   Devemos prestar atenção aos excessos, as ilusões desmedidas e a fantasiar situações que podem gerar sofrimentos e frustrações. Estaremos mais suscetíveis as drogas e a mentiras, falsos amigos, falsos mestres e a toda sorte de oportunismo. Manter o sonho, o senso de realidade em equilíbrio é o desafio de tempos de Vênus, Marte, Netuno e Quíron em Peixes. Mas por outro lado podemos curar e evoluir nossa percepção e emoções, como em nenhum outro ciclo. Transcender limites e comportamentos restritivos que nos impedem de alcançar desejos e sonhos.

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Lua Nova, Sol, Mercúrio e Vênus em Aquário

     

  Lua Nova, Sol, Mercúrio e Vênus em Aquário


   A Lua em Aquário hoje, terça 20/01/2015 as 10h57' entrando na fase Nova as 11h14'. Ciclo lunar que se dá compondo um Stellium com o Sol, Mercúrio e a Vênus no 3° signo do Ar, Masculino e Yang. Este é um aspecto que enfatiza as características do signo em que se dá.
   Neste ciclo que inicia hoje, com a entrada da fase Nova da Lua, vai influencias com grande ênfase os próximos 29 dias com as características de Aquário, sua luz e sua sombra.
   Aquário é a consciência do coletivo, necessidade de integração e interação, do nós sem o qual não existe progresso nem sucesso possível. É o signo da pluralidade, das oportunidades que carrega a diversidade, o diferente, o múltiplo e infinito que está colocado em cada um de nós.
   Solidariedade, humanidade, liberdade e revolução são conceitos que descrevem este arquétipo da psique humana e que define a energia (Sol) dos que nascem neste período. Ser aquariano é não se contentar com o que está definido, é querer mudar, diferenciar para ver outras alternativas e possibilidades. Estabelecem relações desprendidas e não se conformam com limites e preconceitos. São os revolucionários regidos por Urano, já foram por Saturno, antes de Urano ser descoberto em 1781. Sua parte saturnina faz muitas vezes parecerem distantes e frios, aparentemente frequentando um universo paralelo, estão sempre com a inteligência ocupada em buscar saídas alternativas ou outra forma de fazer as coisas. Podem se tornar pessoas nervosas se não desenvolverem ideias que possam ter utilidade prática, rege o sistema nervoso e a eletricidade. Toda forma de tecnologia e de áreas que trabalhem com o simbólico são aquarianas, a Astrologia é uma delas.
   Em Aquário a Lua estimula a liberdade e a capacidade de renovação, podemos ter conversas francas e expressar emoções, falar de sentimentos e de conflitos que viemos guardando dentro de nós, todos estaremos mais dispostos a compreender e aceitar o diferente e original.
   Lua em Aquário é a Lua da libertação das coisas obsoletas, que nos oprimem e restringem a expressão da nossa individualidade.
Devemos lembrar que ser diferente é normal, que o coletivo, a cultura, as civilizações e a sociedade são compostas de vários “Eus” que compõe o “Nós”.
Quando nos encontramos nas nossas diferenças somos criativos, revolucionários e progressistas, encaminhamos o futuro das ações humanas.

   A Lua Nova em Aquário traz estímulo mental, capacidade para aceitar e ter ideias, que devem surgir do convívio, da pesquisa e do acesso à informação.
Esta é a fase para expandir as amizades, fazer parte de grupos, buscar independência, liberdade, desprendimento, beneficia o surgimento de ideias brilhantes e revolucionárias.
   As pessoas estarão mais abertas e acessíveis, mas também irritadas, nervosas e radicais. Discussões em defesa de pontos de vista lutam por ideais e mais solidariedade humana.
   Devemos encerrar pendências do ciclo anterior e abrir espaço para coisas novas. Quando a Lua encontra o Sol inaugura um novo ciclo, simboliza a oportunidade para crescermos e expandirmos nossas vidas. O signo de Aquário representa as qualidades do novo impulso, o antídoto e a solução para finalizar pendências.
   Não devemos fazer promessas ou assumir compromissos, novas informações podem surgir de forma imprevisível.. É tempo para revisar projetos e metas, planejar o que queremos que seja definitivo e durável. Namoros, sociedades, casamentos, poupanças, reformas na casa, no visual e na vida. Devemos planejar para não ter arrependimentos devido aos excessos.
Lua da solidariedade e do convívio harmônico, liberta de preconceitos e de conceitos obsoletos, trás descontração e excentricidade favorecendo as relações inter-raciais e interculturais.
   Revolucionar certezas e abrir espaço para o inimaginável, aceitar o imprevisível que evolui e movimenta, perder o medo e reconhecer a existência do imponderável. Libertação e Evolução são energias que esta Lunação traz, a casa do nosso Mapa Natal em que temos Aquário será o palco em que sentiremos esta energia.
   Quem tem o Sol em Aquário sentirá os efeitos renovadores e revolucionários desta Lua Nova. A natureza ousada e transformadora de sua energia vital virá à tona, com toda sua potencialidade.
   Quando Mercúrio o planeta do pensamento, da comunicação e do intelecto está Aquário, as comunicações ficam incomuns e extravagantes, as mentes ficam mais aguçadas e interessadas por tecnologia. Mercúrio em Aquário separa os pensamentos dos sentimentos e proporciona maior capacidade de absorver conceitos abstratos.
   A Vênus em Aquário ama o diferente e exótico, está sempre com os interesses voltados para o que há de vir, tem valores futuristas e ama querendo e dando liberdade. Sintoniza com o nosso papel no cenário do nosso tempo e como podemos criar e participar. Encontrar sentido e desenvolver talentos, ver nas nossas qualidades particulares utilidade e coerência.
   Respeitar o outro para ser respeitado, aceitar para ser aceito, permitir ser para ser são conceitos que o feminino (Vênus), que está em todos nós independente de gênero, se manifesta de forma respeitosa aos valores do coletivo e aos direitos individuais. Liberdade, Fraternidade e Igualdade, o lema da Revolução Francesa, são conceitos lembrados por esta Vênus para todos neste ciclo.
   Neste ciclo estaremos abertos para novas ideias e reflexões. Ficamos mais lentos para realizar, devemos escrever e falar, trocar ideias com grupos e amigos. Estaremos abertos para outros pontos de vista, mesmo que com dificuldade de mudar de opinião.
   Sol, Lua, Mercúrio e a Vênus juntos em Aquário pensam as relações coletivas, os grupos e o movimento de evolução. Individualmente podemos nos conectar com esta poderosa energia de liberdade e inovação, assumir e repensar nossas vidinhas acomodadas, ousar nas formas estéticas, nas estruturas, atitudes e eliminar preconceitos. Esta energia nos chama a ousar e refletir os limites autoimpostos. Criatividade, inovação, transgressão, alternativas revolucionárias e progressistas são legados deste poderoso encontro em Aquário, com o regente Urano em Áries envolvido em quadratura com Plutão em Capricórnio.
   Urano em Áries potencializa as ideias originais, medidas rápidas, confiança no fluxo, respostas de pronto, impulsiona a ação e a revolução interior.
   Plutão em Capricórnio revela o poder da experiência, das tradições e do conhecimento. Trás com ele as limitações, dificuldades, fragilidades e necessidade de regeneração, cura, promovendo transformações radicais na ordem e nas estruturas da vida e da sociedade.
   Não devemos esquecer a oposição a Júpiter em Leão que sinaliza evolução das identidades, potencializa as individualidades, a desmassificação dos indivíduos e o direito de cada um ser único, especial e socialmente integrado dentro das suas diferenças e direitos. 
   O exercício da individualidade necessária e livre, sem preconceitos e limites, com respeito e valorização do outro são lições a serem desenvolvidas em tempos do transgressor Stellium em Aquário, que nos traz a consciência que somos participantes e responsáveis, conscientes ou inconscientes, do futuro que queremos para a humanidade.

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Saturno em Sagitário nas Casas do Mapa Natal


Saturno em Sagitário nas Casas do Mapa Natal


   Saturno aponta onde devemos valorizar nossas inquietações e ir além dos limites, nos lembra que viemos aqui para crescer e assumir responsabilidades. Em trânsito por Sagitário, pelas casas do Mapa Natal, sinaliza a área que requer concentração, disciplina, desenvolvimento intelectual, será cobrado capacidade de se adaptar e resistir para atingir objetivos. Evitar a presunção e as explicações sem fundamentos, serão desastrosos os efeitos de propostas sem bases no conhecimento ou na experiência. Não serão tempos para aprendizes sem humildade, falsos intelectuais e profissionais sem formação adequada.
Saturno em Sagitário nas casas para quem tem Ascendente em:
Áries – casa IX -  Período de assimilação das experiências, definição das crenças que servirão de suporte para os rumos estabelecidos. Adequar à vida a ideais mais elevados, a fim de adquirir uma perspectiva mais ampla da existência. Excelente para a ampliação das energias mentais e do intelecto.
Touro – casa VIII - Trás a consciência da inevitabilidade da morte, desejos e ligações passam por um refinamento, as energias mais profundas da vida vêm à tona e os valores passam a priorizar o essencial.
Gêmeos – casa VII - Assumir responsabilidade com os relacionamentos, consciência da importância do outro nas nossas vidas. É tempo de encarar de forma realista os problemas existentes e estabelecer uma perspectiva sólida e duradoura.
Câncer – casa VI -  Auto purificação, os problemas de saúde que surgem, serão fruto de maus hábitos, é o corpo tentando se livrar das intoxicações resultado de processos psicossomáticos. Passamos a conhecer como o nosso corpo processa as emoções.
Leão – casa V - Período de seriedade e amadurecimento pode afetar a alegria e diminuir a vitalidade. Necessário para nos conscientizar de como e onde gastamos nossas energias, aprender a canalizar nosso poder criativo.
Virgem – casa IV - Concentração na segurança e nos alicerces da sobrevivência. Estabelecer uma noção de estabilidade e ordem, através do ambiente da casa e das responsabilidades com a família. Isto pode levar a redefinições profissionais e das metas.
Libra – casa III - Reconhecimento do valor das nossas ideias, através de soluções práticas para questões que vem nos preocupando há algum tempo. Podem ocorrer preocupações exageradas e inseguranças intelectuais. Adquirir conhecimento e aprofundar estudos.
Escorpião – casa II -  Termina um período de preocupação com a identidade. Acentua a necessidade de produzir e construir. Começar a plantar as sementes dos planos de ganhar dinheiro, mesmo que neste período os rendimentos não sejam satisfatórios.
Sagitário – casa I/Ascendente -  Fase chave do trânsito de Saturno, neste período se estrutura a pessoa que queremos ser nos próximos 30 anos. Toda a forma de envolvimento com o mundo exterior e os valores com os quais nos identificamos, serão as bases de apoio da personalidade para as realizações que virão.
Capricórnio – casa XII -  Período de isolamento físico possibilita sentimento de aprisionamento emocional, o mundo exterior parece distante e irreal. As circunstâncias não vão deixar escolhas, a não ser refletir sobre nossas vidas de forma distanciada. Excelente para estudos espirituais, místicos e ocultismo.
Aquário – casa XI -  Importante fase de transição. Aqui nos confrontamos com os resultados do ciclo que iniciou na casa I. Todos os pensamentos, ações, desejos e atividades encaminhados terão os resultados neste período. Fim do velho ciclo, consolidação do novo. Pode-se ter sensação de vazio até definir novos caminhos.
Peixes – casa X/Meio do Céu -  Responsabilidade e definição do alcance das nossas ambições. Pode-se alcançar reconhecimento social e ter realizações profissionais consideráveis, desde que tenhamos noção realista do que realizamos e do papel que desempenhamos para o coletivo. Caso contrários pode ser um período bem frustrante profissionalmente.  

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Saturno em Sagitário

             Saturno em Sagitário

   Em 23 de dezembro de 2014 Saturno entrou em Sagitário e aí vai transitar até 20 de dezembro de 2017. Em 16 de junho retrógrada a Escorpião até o grau 28°17' quando retoma o movimento direto em 17 de setembro de 2015 retomando o trânsito por Sagitário até 20 de dezembro de 2017.
   Para entender Saturno em Sagitário precisamos relembrar os conceitos destes dois símbolos/signos tão fundamentais no estudo astrológico.
   Saturno mostra-nos como reagimos quando encontramos resistência e descobrimos as nossas limitações. Representa a consciência e as convicções morais, bem como as leis e as regras que nos regem e obedecemos. Revela nossa resistência e concentração, desenvolve atributos como a seriedade, a cautela e a reserva.
   Saturno é a divindade romana mais complexa, conhecida pelos gregos como Cronos, Deus que representa o tempo. Parecia pairar sobre ele e sua família uma maldição, logo cedo ele expulsou o próprio pai, Urano, de sua posição soberana entre os deuses, já que o mesmo estava dominado pela insanidade, gerando muita confusão na esfera terrena. Pouco tempo depois, exercendo igualmente uma liderança tirânica, recebe uma profecia assustadora, que ele também seria deposto do trono por um de seus filhos. Saturno se casa com Réia, que simboliza a Terra. Ciente da predição paterna, ele devora todos os filhos, assim que nascem. Isto ocorre com Vesta, Ceres, Juno, Plutão e Netuno.    Inconformada, sua esposa arma um plano para salvar Júpiter, o recém-nascido. Ela envolve uma pedra em alguns panos e a apresenta assim para o marido, tentando convencê-lo de que está lhe entregando o filho. Dominado pela gula, ele engole o objeto sem se dar conta do que ocorre, o que demonstra o caráter do tempo, o qual devora e destrói tudo que existe. Ao ingerir a pedra, ele vomita os filhos anteriormente devorados, os quais ajudam Júpiter, ao longo de dez anos de luta ferrenha, a derrotar Saturno.
   Cumprindo o que fora previsto, ele é realmente exilado de seu reino, aprisionado no Tártaro, um local remoto e sombrio; depois ele reaparece no Lácio, região da Itália Central, lá instaurando um período de paz e prosperidade, conhecido como a Idade do Ouro, transmitindo ao homem os segredos da agricultura. É considerado um dos titãs, deuses que enfrentaram Zeus ou Júpiter, gerados pela união entre o Céu, Urano, e a Terra, Gaia.
   Sagitário é o 9° signo do Zodíaco, representado pelo Centauro com sua flecha que aponta para cima e para o infinito, representa a busca do homem por evolução, necessidade de entendimento e conhecimento. Está relacionado com o pensamento filosófico, a busca do entendimento das coisas do espírito, das leis do universo e dos homens.
   A vida que inicia em Áries, Urano em trânsito por aí até 2019, se elabora em Sagitário, o pensador do Zodíaco pode viver divagando alegremente pela vida sem se preocupar, sabe que nestas paragens somos todos limitados, e por isto, muitas vezes, extrapola os limites que ele mesmo estabeleceu, através dos códigos éticos, morais e todo o tipo de critérios estabelecidos para o convívio humano.
   O espírito sagitariano é a qualidade que existe em todos nós, em alguma área da nossa vida, casa em que temos Sagitário, em que nos libertamos das amarras das convenções e buscamos o distante, desconhecido e avançamos, lei da evolução, do crescimento, motor que nos põe em movimento. Sempre perguntando e nunca encontrando respostas conclusivas, buscando a próxima, indefinidamente.

   Quem nasce com Saturno em Sagitário possuem uma enorme necessidade de desenvolvimento intelectual, e levam isto muito a sério. São pensadores, filósofos e professores universitários. Líderes de códigos morais rígidos e de enorme devoção a sistemas religiosos, filosóficos e políticos.Vivem de acordo com seus princípios morais, buscam a verdade e desenvolvem valores construtivos em suas atitudes.
   Saturno em Sagitário confere capacidade intelectual, disciplina, profundidade e grande poder de concentração. Sua reputação é de extrema importância para quem nasce com este posicionamento.
   Será necessário observar e evitar a presunção ao defender suas crenças, praticar a capacidade de ouvir, flexibilidade e resiliência.
   O trânsito de Saturno, planeta social, que cumpre um ciclo completo pelo zodíaco em média de
30 anos, em Sagitário indica um período de aprendizado que deverá ser de grande evolução, para todo aquele que encarar o desafio e se responsabilizar por aprender, através da dor e observação das mazelas geradas por crenças, sistemas e comportamentos que provocam sofrimentos, desastres, violência, fome e miséria.
   Não estou afirmando que tudo será resolvido com o trânsito do Mestre/Saturno pelo arquétipo das leis, da ética, do conhecimento, da filosofia e das religiões, mas sim que neste período em torno de 2 anos, teremos que enfrentar as questões que provocam estes acontecimentos chocantes e de difícil digestão, até porque não será possível fazer que não se vê, que não se sabe, como fazemos em outros momentos, e que por isto as questões acumulam e eclodem em violentos e desastrosos acontecimentos. Vamos falar e debater assuntos que muitas vezes evitamos, como política, filosofia e religião, tabus que só servem para elitizar o poder político, religioso e econômico.
   Engajamentos, estudos superiores, debates públicos e toda forma de informação para embasar nossas crenças e posicionamentos. Dele levaremos uma enorme sensação de sentido e uma evolução do conhecimento e da consciência, como viemos apontado como uma das maiores necessidade, ou pelo menos a mais urgente, da humanidade. Recuperar os valores existenciais da natureza humana, nos salvando da barbárie e da destruição da civilização e do planeta.
   No último trânsito de Saturno por Sagitário, de 1985 a 1988, aqui no Brasil, tivemos o fim da ditadura militar e o começo do estado de direito. Recuperamos nossa cidadania e o respeito aos direitos civis. Quer dizer, ainda estamos buscando, como Sagitário define.
   Nas nossas vidas, a casa que temos Sagitário no nosso Mapa Natal será o cenário em que os efeitos deste trânsito se manifestarão.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Primeira Lua Cheia de 2015



      Primeira Lua Cheia de 2015


   A Lua ficou Cheia na madrugada desta segunda-feira 05 de janeiro de 2015, com o Sol a 14º311 de Capricórnio e a Lua a 14°31' de Câncer. Buscaremos proteção e carinho, carência e muita sensibilidade. Vamos acolher para ser acolhido, e estaremos mais introspectivos. Devemos nos preparar para lidar com as carências emocionais, nossas e dos outros.
   Câncer enfatiza a casa e todas as possibilidades de conforto e aconchego, manifesta a família verdadeiramente afetiva, que sempre está pronta ao acolhimento e a compartilhar experiências e sentimentos.
   A oposição a Plutão a 13°20' de Capricórnio traz a possibilidade de mudar estruturar emocionais antigas e arraigadas, que nos fazem sofrer. Devemos estar atentos às casas do nosso mapa natal (e seus significados) onde Plutão em Capricórnio está em transito, na oposta passa a Lua em Câncer. Os acontecimentos podem ser inesperados, nos atropelar e surpreender negativamente, mas quando passam se vê que foi o melhor que poderia ser.
   A Lua Cheia enfatiza a energia de Câncer, emocional, protetora e com grande necessidade de controle. Em oposição ao Sol nos faz encarar questões que fazíamos que não víamos, plantando decisões e dissolvendo o velho, mágoas e frustrações, fruto de padrões de comportamentos ultrapassados e que não mais se encaixam no mundo atual. As ferramentas serão o amor, a generosidade e a tolerância.
   A primeira Lua Cheia do ano nos faz ver para limpar e arejar nossas emoções e possibilitando uma nova estrutura emocional, centrada na aceitação do Eu, com necessidades mais atendidas e comportamentos condizentes com elas.
   As 09h03 da terça-feira 06/01/2015 a Lua entra em Leão, este Luminar, Sol e Lua são denominados de Luminares, representa como absorvemos e processamos as energias externas, e a sobrevivência depende de nossa capacidade de manter a ligação com a energia vital, que é representada na linguagem astrológica pelo Sol.
   Leão é o ego, a noção de individualidade, soberba, vaidade e extrema generosidade. Lua da autoestima e do calor nas relações. Vamos nos sentir mais importantes e mostrar isto para o mundo. Toda atividade que nos coloquem no centro das atenções, atitudes que oportunizem a expressão dos talentos e sentimentos serão levados mais a sério.
   A Lua em harmonia com Urano em Áries em signos do Fogo Sagrado que definem qual a identidade, individualidade e impulsos, nos indicando um período perfeito para nos darmos o direito de nos expressar, ser vistos e ouvidos, seja por superiores na hierarquia profissional ou nas nossas relações íntimas.
   Devemos cuidar para não sermos excessivamente individualistas, agressivos, intolerantes e não medir as consequências. Exercer a generosidade, o bom senso e optar pelo silêncio sempre que a situação começar a ficar tensa. Lembrar que Leão precisa matar na personalidade aquilo que sempre acreditou ser um agente protetor: o egoísmo, o instinto de autoproteção e a vaidade, para dar lugar ao altruísmo e a subordinação do ego ao todo.
   Desejaremos distinção e por isto o exercício da cordialidade será de grande ajuda. Podemos ter problemas com sentimentos de rejeição e orgulho ferido. Devemos nos dedicar a reconhecer e mostrar nossas qualidades.
   É sabido que o orgulho precede a queda, evite os confrontos baseados em exibições de dignidade. Nos assuntos profissionais e sociais, quando for o centro das atenções, adotar um jeito mais brincalhão para criar uma atmosfera positiva.
   Esta é a Lua do calor, da alegria, do brilho, autonomia, autoconfiança e prestígio, portanto vamos focar na capacitação e desenvolvimento destas qualidades e talentos, buscar sucesso pessoal, afeto e calor, elementos trazidos por esta Lua Cheia entrando em signo de Fogo.

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

Vênus em Aquário

                         Vênus em Aquário
   Vênus o planeta do amor, do feminino e dos valores, entra em Aquário representando os valores humanitários, os direitos individuais, o amor na sua forma mais independente, plural e sem preconceitos.
   Quem tem este posicionamento de Vênus ama o diferente e exótico, está sempre com os interesses voltados para o que há de vir, tem valores futuristas e amam querendo e dando liberdade.
   O trânsito da Vênus, no último signo do elemento ar, sintoniza com o nosso papel no cenário do nosso tempo e como podemos criar e participar. Encontrar sentido e desenvolver talentos, ver nas nossas qualidades particulares utilidade e coerência, no cenário sociopolítico. 
   Plutão em trânsito por Capricórnio renovando as estruturas que vem possibilitando a nova atitude apontada por Urano em Áries. Vênus em trânsito por Aquário, de 03 a 27 de janeiro de 2015, vai favorecer a constatação da importância do convívio e como dependemos uns dos outros para evoluir, ter um mundo melhor, e mesmo para alcançar o sucesso em nossas metas e sonhos individuais.
   Respeitar o outro para ser respeitado, aceitar para ser aceito, permitir ser para ser são conceitos que o feminino (Vênus), que está em todos nós independente de gênero, se manifesta de forma respeitosa aos valores do coletivo e aos direitos individuais. Liberdade, Fraternidade e Igualdade, o lema da Revolução Francesa, são conceitos lembrados por esta Vênus para todos neste ciclo.
   O exercício da individualidade necessária e livre, sem preconceitos e limites, com respeito e valorização do outro são lições a serem apreendidas em tempos da transgressora Vênus em Aquário, que aponta para o futuro da humanidade da revolução tecnológica, que modificou radicalmente a comunicação, democratizando acessos, alterando comportamentos, instituições, valores e ampliando limites físicos e culturais.
   Quem nasce com a Vênus em Aquário busca relacionamentos onde tenha liberdade e amizade, não toleram ciúmes e possessividade. São visionários e procuram o distante, o desconhecido, por isto costumam se relacionar com pessoas de culturas diferentes da sua, gostam de experimentar sexualmente. São revolucionários e transgressores, vislumbram o longínquo, idealistas, libertários e engajados politicamente.