Translate

quinta-feira, 4 de dezembro de 2014

Marte em Aquário

                     Marte em Aquário

 de 04 de dezembro de 2014 até 12 de janeiro de 2015

   Marte em Aquário é a consciência do coletivo em ação, necessidade de integração e interação, do nós sem o qual não existe progresso nem sucesso possível. É o signo da pluralidade, das oportunidades que carrega a diversidade, o diferente, o múltiplo e infinito colocado em movimento em cada um de nós, pelo planeta da ação, da guerra, da sexualidade e do masculino.
   Neste ciclo estaremos abertos para novas ideias e reflexões. Ficamos mais lentos para realizar, escrever e falar deve ser uma boa alternativa, movimentos políticos e sociais, trocar ideias com grupos e amigos e iniciar ações coletivas. Estaremos abertos para outros pontos de vista, mesmo que com dificuldade de mudar de opinião.
   Marte em seu ciclo celeste representa a afirmação da vida, afirmação nem sempre ao se afirmar é sutil ou delicada. Sua beleza é bruta, selvagem e intempestiva, o que o excesso de civilização nos faz esquecer.
   Marte em Aquário é um chamado para a luta contra a inércia e acomodação do politicamente correto, o socialmente aceito, o possível e o impossível, determinado e limitador. Chama para as ações coletivas, fraternas e solidárias, partindo da premissa que somos pequenos frente a nossa grandeza, e de todas as possibilidades que ainda vamos desenvolver juntos e diferentes.
   A atitude de Marte em Aquário é libertária e revolucionária. Filósofos, cientistas, líderes políticos e espirituais apontam, avisam o que está se preparando. Não aceitamos e nem compreendemos pelo medo que se tem do diferente, pela tendência que todos os organismos vivos têm de expelir o que não reconhecem.
   Marte junto a Aquário foca as relações coletivas, os grupos e o movimento de evolução. Individualmente podemos nos conectar com esta poderosa energia de liberdade e inovação, sacudir nossas vidinhas acomodadas, mexer nas formas estéticas, nas estruturas, atitudes e eliminar preconceitos. Esta energia nos chama a ousar e romper com limites auto impostos. Criatividade, inovação, transgressão, alternativas revolucionárias e progressistas são legados deste posicionamento.
   Convívio, solidariedade, humanidade, liberdade e revolução são conceitos que descrevem este arquétipo da psique humana e que define este signo. Ser aquariano é não se contentar com o que está definido, é querer mudar, diferenciar para ver outras alternativas e possibilidades. Estabelecem relações desprendidas e não se conformam com limites e preconceitos. São os revolucionários regidos por Urano, já foram por Saturno, antes de Urano ser descoberto em 1781.
   Sua parte saturnina faz muitas vezes parecerem distantes e frios, aparentemente frequentando um universo paralelo, estão sempre com a inteligência ocupada em buscar saídas alternativas ou outra forma de fazer as coisas. Podem se tornar pessoas nervosas se não desenvolverem ideias que possam ter utilidade prática, rege o sistema nervoso e a eletricidade. Toda forma de tecnologia e de áreas que trabalhem com o simbólico são aquarianas, a Astrologia é uma delas.
   Estamos nos encaminhando para a Era de Aquário e a mente humana está passando por uma grande evolução, a nova inteligência e seus signos já estão entre nós, nos jovens, nos visionários e nas mudanças conceituais que a revolução tecnológica fez no nosso mundo. Estamos refazendo, reinventando formatos, reciclando para poder sobreviver no planeta e no movimento de evolução.
   Marte em Aquário é a consciência do coletivo em ação, necessidade de integração e interação, do nós sem o qual não existe progresso nem sucesso possível. É um posicionamento de pluralidade, das oportunidades que carregam a diversidade, o diferente, o múltiplo e infinito colocado em movimento em cada um de nós, pelo planeta associado a Áries que na mitologia grega é o deus da guerra, por isto se relaciona a força, a luta, a coragem e ao combate.
   Marte em Aquário e Urano em Áries, temos o que chamo de “duplo feitiço”, o planeta regente de Aquário é Urano e o de Áries é Marte, nos convocando a rompermos os nossos limites individuais, aceitar para promover mudanças através do maior acesso ao conhecimento, este sim revolucionário como Urano, com novos comportamentos frente ao coletivo, ao próximo e até a nós mesmos. Vamos descobrir que a frase “a união faz a força” faz todo o sentido.