Translate

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Lua Nova em Virgem

                             Lua Nova em Virgem

   A Lua Nova, dia 05 de setembro de 2013, é a semente do ciclo lunar que começa e define o final do ciclo de 28 dias anteriores. Nesta fase a Lua nasce e se põe junto com o Sol e, se estiverem na mesma declinação e longitude, acontece o alinhamento perfeito que dá origem ao Eclipse Solar. A face visível está totalmente às escuras e a face oculta está iluminada. Simboliza um novo impulso ou oportunidade de crescimento. Ficamos livres e aliviados do ciclo anterior, libertos das pressões do mês lunar anterior, o que vai ser gerado nesse mês começa a emergir gradualmente.
   Nessa fase o que se quer desenvolver pode ser apenas uma possibilidade, precisa ser definido e alimentado nas semanas que virão. Além disso, o início do ciclo é sempre cercado de fantasmas e de assuntos inacabados dos ciclos anteriores.
A Lua Nova é ativa, incita uma nova atitude emocional, distinguir a intenção, ter novas propostas a realizar.
   Nestes dias temos acesso a uma vibração calma e criteriosa, que pode render maior estabilidade,  plantar decisões e planejar projetos.
   O signo onde ocorre a Lua Nova representa as qualidades deste novo impulso e, ao mesmo tempo o antídoto, as soluções para se eliminar os restos deixados pelo ciclo anterior.
   O trânsito do Sol no signo de Virgem no fim do inverno, hemisfério sul, e do verão no hemisfério norte, são tempos de purificações, limpezas e aprimoramentos.
   Com a Lua Nova em Virgem devemos planejar e organizar, separar o joio do trigo. Ver o que queremos realizar e que ainda não conseguimos. Anotar com clareza o que está pendente para quando a oportunidade se apresentar estarmos preparados e organizados. Devemos nos livrar daquilo que não será mais realizado, que perdeu o sentido, não é mais importante e que só está acumulando peso e espaço nas nossas mentes e gavetas. Olhar com calma para cada um dos projetos, fazer um balanço objetivar prazos, energia e disponibilidade. Fazer escolhas de forma rigorosa e clara.
   Tratamentos de saúde e o desenvolvimento espiritual são assuntos beneficiados por este trânsito. As pessoas estarão se mostrando mais bondosas, compreensivas e tolerantes.
   A Lua Nova é conhecida como a Lua dos mistérios, do que não se revela claramente, do oculto, das finalizações, da morte, mas também do renascimento e inícios. Os dias de Lua Nova são muito intensos emocionalmente, há um clima de introspecção, e por isso é uma oportunidade de revisão.
   O Sol e a Lua formando uma conjunção assinalam uma tremenda concentração de energia, mas ela ocorre longe da nossa vista, o que sugere muita energia, mas pouca consciência, uma característica comum a todos os começos.
   Gostamos de pensar que nos orientamos no sentido das novas direções que desejamos, mas o mais freqüente é começarmos os nossos novos ciclos como a Lua Nova, no escuro. Isto se assemelha ao momento da concepção, outra conjunção divina que ocorre longe da nossa visão. Só descobrimos aquilo que iniciamos muito depois de o termo iniciado.
   Ao agirmos no escuro estamos sentindo o nosso caminho, mas não sabemos ao certo para onde ele nos irá levar. Isto define a energia especial das conjunções, quer se trate de uma Lua Nova, ou de quaisquer planetas em trânsito que formem este aspecto.
   Organizar, limpar e ter atitudes humildes frente ao infinito desconhecido que temos ao nosso redor e a nossa frente. Acreditar e projetar luz e fé para nossas vidas e para a nossa casa, o maravilhoso planeta Terra, que se encontra em profunda transformação nas suas estruturas, Plutão em Capricórnio, abalado por convulsões, genocídios e violências de toda espécie, Urano em Áries. O amargo do remédio pode ser o inicio da cura.