Translate

sábado, 31 de agosto de 2013

O Signo do Sol e a Consciência do "Eu"

                O Signo do Sol e a Consciência do "Eu"
   O signo em que o Sol se encontra no momento em que nascemos, mostra o caminho que precisamos seguir para desenvolver um ego saudável e senso de individualidade. As qualidades construtivas do nosso signo solar vão nos fazer sentir muito mais completos e realizados.
   Ao longo da vida vamos precisar encontrar um jeito de expressar e irradiar estas qualidades, isto pode ser através do que chamamos de vocação, chamamento, talento ou qualificação, que pode se manifestar profissionalmente ou não, dependendo das casas VI , Meio do Céu, seus regentes, casas em que se encontram e aspectos.
   O signo do Sol é o símbolo do que precisamos lutar de forma consciente para obter, não vem de forma instintiva, é uma potencialidade que deve ser desenvolvida e acessada, é o “animus”.
   A casa em que o Sol se encontra é onde precisamos nos destacar de alguma forma, nos sentir especial. Ao nos dedicar a atividades associadas a esta casa vamos forjar uma noção mais clara de ego e identidade.
   A vida é uma luta na casa onde o Sol se encontra, travamos batalhas com dragões que tentam nos deter, impedindo o desenvolvimento na esfera de experiência associada a casa. Normalmente sentimos que sempre podemos fazer melhor do que já fizemos, nesta área da vida. Esta casa é onde podemos ter pistas quanto à vocação e inclinações naturais.
    Os planetas em aspecto com o Sol natal representam uma energia ligada, positiva ou negativa, ao desenvolvimento de nossa individualidade e auto-expressão. Precisamos encontrar maneiras construtivas de expressar e incluir estas energias em nossas vidas. Uma pessoa com o Sol em aspecto com Netuno precisa encontrar Netuno no seu processo de individualização, se expressar através de uma carreira ou atividade “netuniana”, cura, música, artes etc.
   Podemos encontrar os aspectos do nosso Sol nas pessoas das nossas vidas, principalmente as oposições. Quem tem o Sol oposto a Saturno pode achar que os outros são limitadores ou bloqueadores, precisam assumir e integrar essas qualidades que normalmente projetam nas pessoas ao redor.
   O Sol representa o pai, os aspectos com os planetas serão indicativos das questões relacionadas com esta figura tão definitiva no “animus”.
   Além de reapresentar o processo de definição de nossa individualidade e do senso de separação do “self” é nosso veículo, possui aquela porção em nós que participa da totalidade da vida.
   O Sol é um progressista, princípio ativo e dinâmico que desenvolvemos ao longo da existência. Nunca terminamos de desenvolver as possibilidades do nosso Sol, este é um aspecto da personalidade que está sempre em processo de vir a ser, rumar para alguma meta ou destino.
   O mito do herói é um mito solar, preste a se tornar algo, cada um de nós é especial e único, temos um destino pessoal, uma contribuição individual para dar a vida. Estar de acordo com este destino nos faz mais felizes e conscientes em busca do nosso herói interior.
   É o Sol em nós que sente que temos uma busca a fazer, uma jornada rumo ao desconhecido, um profundo mistério no centro do “eu”. As metas solares são interiores, diz respeito à auto-realização, a experiência da vida como alguém especial e cheio de significado.
“Não sou um rato velho, um coelho ou uma couve-flor, minha vida tem significado, potenciais que ainda não realizei”, diz o Sol. Ao ignorarmos este impulso solar ficamos por nossa conta e risco, não damos nosso salto heróico, não oferecemos a nossa contribuição e ficamos fadados a uma vida não vivida, expostos a toda sorte de infelicidades e medos que daí resultam.



 “A ação preserva um sentido de auto-identidade que a reflexão dispersa. Quando trabalhamos no mundo, temos uma solidez aparente. A ação nos dá consolo pela nossa inexistência. Não é o sonhador ocioso que escapa da realidade. São homens e mulheres práticos, que se voltam para uma vida de ação como refúgio contra a ausência de significação.” (Anatomia de John Gray – John Gray).

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Marte em Leão

                                  Marte em Leão

   Com Marte entrando em Leão no dia 28 de agosto e ficando até 14 de outubro de 2013 energizando nossas vidas e o planeta com energias de auto-suficiência, ego e manifestação da vontade.
   O símbolo que representa internacionalmente o planeta Marte é o mesmo do homem, um círculo com uma seta partindo da borda superior direita, representa o escudo e a flecha de Marte/Ares, o Deus da Guerra.
   Marte é a energia que usamos para a auto-afirmação, indica como é processada nossa combatividade, como lutamos e liberamos nossa agressividade, também como agimos para defender nossos interesses pessoais.
   Marte representa o sexo, a impulsividade, a irritação, a guerra, as discussões, os acidentes, o físico, o corpo, a ação, o gesto, o desejo de afirmação, a energia masculina, os homens, as profissões masculinas, as operações cirúrgicas, as lutas, os negócios arriscados, os assuntos militares, tudo o que se refere a ferro e armas, os esportes e a iniciativa em empreendimentos.
   Leão é o signo da auto-expressão criativa, amor a vida, benevolência, humor, afetividade, autoridade, autoconfiança e força interior. Quando Leão é potencializado com a energia ígnea de Marte estimula a vaidade, sedução pelo brilho do poder e da riqueza. Podemos estar mais permissivos, irados e com tendência a perder o controle das emoções, podendo destruir tudo que construímos. Devemos buscar distanciamento das emoções e ver as coisas com mais racionalidade.
   Neste período podem surgir os líderes magnéticos e falsos salvadores da pátria, com tendências rudes e cruéis, Marte em Leão tem as ações voltadas à realização das necessidades pessoais. Precisamos encontrar uma função no coletivo para não nos tornar despóticos e arrogantes. Intensifica o magnetismo pessoal.
   Em dias de Marte em Leão que neste ciclo fará quadratura com Saturno em Escorpião, aspecto de retenção, bloqueios, tensões e choques, e trígono, aspecto mental e que precisa ser acessado e compreendido para ser vivenciado em sua plenitude, com Urano em Áries, que potencializa rebeldias, rebeliões e uma busca incontrolável por mudança.
Devem ocorrer atos de violência, abusos de poder e convulsões sociais. Tempos conturbados e sangrentos.
    Individualmente a casa que temos Leão é onde devemos nos manifestar e buscar nossa individualização, originalidade e contribuição para as transformações necessárias. Onde temos Áries é onde devemos nos preparar para o novo, estilhaçar formas superadas, participar das mudanças ao nosso redor, formando esta nova humanidade que vem se desenhando. Mudar atitudes, ampliar limites formais, destruir preconceitos e evoluir comportamentos.
   Urano em trânsito pelas casas do nosso mapa natal eletrifica tudo o que toca, movimenta e trás o inesperado para nossa vida.
   Não se aconselha investimentos especulativos. Também pode aumentar os riscos de acidentes nos esportes, além de mortes súbitas e violentas. Leão rege o coração, por isso aumenta os problemas e ataques súbitos do coração.
   O grande desafio é aprender a conviver com o poder do outro sem competir, vamos ter que  encarar o que fingimos não ver, ouvir ou pensar. As experiências podem se tornar por demais desafiadoras que deve nos levar a buscar o espiritual, leituras filosóficas, iniciar tratamentos psicológicos, conhecer e considerar  caminhos que possam levar a uma maior compreensão do divino em nós e dos valores a isto agregados.
   Marte em Leão em tensão com Saturno em Escorpião, regente do ano de 2013, vem nos trazer estas questões para nos responsabilizar pelas nossas escolhas, atitudes e impulsionar as mudanças que se fazem urgentemente necessárias.

quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Eixo Nodal em Escorpião/Touro e Saturno em Escorpião

    Eixo Nodal em Escorpião/Touro e Saturno em Escorpião
   O Nodo Norte em Escorpião com o Sul em Touro define pessoas que foram excessivamente apegadas aos bens materiais, agora precisam entender que o dinheiro existe para servi-la e não o contrário. Faz-se necessário uma revisão de valores. 
   Neste ciclo de Cabeça do Dragão em Escorpião com a Cauda em Touro, desde 01/09/2012 até fevereiro de 2014, indica que o crescimento humano virá do desapego dos estados emocionais e condições que nos causam mal, que aprisionam a nossa alma. É um longo período de aproximadamente dois anos, voltados à limpeza e à regeneração de todo um passado que morreu.
   Os Nodos Lunares são pontos de orientação, foca o viver, o que está no escuro que deve vir à tona e encarado, o oculto e sua necessária revelação, luz e sombra, origem e destino, aprendizado e superação, com que viemos e o que devemos levar. As casas que ocupam são as áreas da vida onde vivenciaremos estas experiências. 
   Saturno, regente do ano, em trânsito por Escorpião estará conjunto ao Nodo Norte e oposto ao Sul respectivamente. Desde hoje, 22 de agosto, inicia o aspecto que vai estar mais próximo entre 11 a 20 de Setembro de 2013, a partir daí vai se desfazendo até o final de outubro de 2013.
   Saturno em Escorpião exigirá responsabilidade e disciplina no uso do conhecimento, dos dons, das capacidades psíquicas, e mostrarão quais são as conseqüências e resultados que o poder trás para as nossas vidas.
   Saturno conjunto ao Nodo Norte pede disciplina e responsabilidade, recorrer às orientações de pessoas mais velhas ou mais sábias para determinar caminhos ou assumir responsabilidades que envolvam muito esforço e dedicação.
   Devemos estar mais apegados a valores tradicionais e um tanto reacionários. Na sociedade pode imperar o tradicionalismo e o autoritarismo.
   O poder e o sistema financeiro serão expostos na sua mais crua realidade, as discussões éticas e políticas estarão na ordem dos dias que se seguem até o final do ano.
   As atitudes autoritárias e violentas devem ser a opção encontrada por modelos econômicos e políticos falidos e pressionados pela opinião pública internacional. São esperadas grandes convulsões sociais e queda de modelos políticos autoritários.
   Com o Nódulo Norte em Escorpião vamos experimentar uma transformação completa, começamos a liquidar antigos padrões de comportamento. A experiência o ensina como cortar os laços radicalmente a fim de que não caminhe para o futuro com os pés atados ao passado. O maior crescimento acontece quando se é capaz de abandonar-se e deixar vir.
   Necessidades interiores de dependência precisam ser transformadas em independência completa de pensamento e ação. No decorrer do período podemos sentir nossas forças se ampliarem, vagarosamente, quando aos poucos iremos nos livrar das questões que nos oprimem. Analisar os resultados após os acontecimentos nos fará desenvolver maior consciência individual e coletiva. O ganho será auto-respeito, respeito ao próximo e disciplina pessoal.
   A Cabeça do Dragão em Escorpião, como a agulha de uma bússola, aponta para as explosões inexoráveis do que se acreditava sólido e definitivo, preparando o terreno para as mudanças necessárias do por vir. A Roda da Fortuna roda no seu incontrolável girar, em cima, em baixo, em cima, em baixo...

http://www.pensandoceu.com.br/2013/05/nodos-lunares-ou-cabeca-e-cauda-do.html#.UhaTXNLVDSs

  


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Atitudes que Drenam Nossas Energias

               Atitudes que Drenam Nossas Energias
Pensamentos obsessivos
- Pensar gasta energia, e todos nós sabemos disso. Ficar remoendo um problema cansa mais do que um dia inteiro de trabalho físico. Quem não tem domínio sobre seus pensamentos - mal comum ao homem ocidental, torna-se escravo da mente e acaba gastando a energia que poderia ser convertida em atitudes concretas, além de alimentar ainda mais os conflitos. Não basta estar atento ao volume de pensamentos, é preciso prestar atenção à qualidade deles. Pensamentos positivos, éticos e elevados podem recarregar as energias, enquanto o pessimismo consome energia e atrai mais negatividade para nossas vidas.
Sentimentos tóxicos
- Choques emocionais e raiva intensa também esgotam as energias, assim como ressentimentos e mágoas nutridos durante anos seguidos. Não é à toa que muitas pessoas ficam estagnadas e não são prósperas. Isso acontece quando a energia que alimenta o prazer, o sucesso e a felicidade são gastos na manutenção de sentimentos negativos. Medo e culpa também gasta energia, e a ansiedade descompassam a vida. Por outro lado, os sentimentos positivos, como a amizade, o amor, a confiança, o desprendimento, a solidariedade, a auto-estima, a alegria e o bom-humor recarregam as energias e dão força para empreender nossos projetos e superar os obstáculos.
Maus hábitos, falta de cuidado com o corpo
- Descanso, boa alimentação, hábitos saudáveis, exercícios físicos e o lazer são sempre colocados em segundo plano. A rotina corrida e a competitividade fazem com que haja negligência em relação a aspectos básicos para a manutenção da saúde energética.
Fugir do presente
- As energias são colocadas onde a atenção é focada. O homem tem a tendência de achar que no passado as coisas eram mais fáceis: “bons tempos aqueles!”, costumam dizer. Tanto os saudosistas, que se apegam às lembranças do passado, quanto àqueles que não conseguem esquecer os traumas, colocam suas energias no passado. Por outro lado, os sonhadores ou as pessoas que vivem esperando pelo futuro, depositando nele sua felicidade e realização, deixam pouca ou nenhuma energia no presente. E é apenas no presente que podemos construir nossas vidas.
Falta de perdão
- Perdoar significa soltar ressentimentos, mágoas e culpas. Libertar o que aconteceu e olhar para frente. Quanto mais perdoamos, menos bagagem interior carregamos, gastando menos energia ao alimentar as feridas do passado. Mais do que uma regra religiosa, o perdão é uma atitude inteligente daquele que busca viver bem e quer seus caminhos livres, abertos para a felicidade. Quem não sabe perdoar os outros e si mesmo, fica ”energeticamente obeso”, carregando fardos passados.
Viver a vida do outro
- Ninguém vive só e, por meio dos relacionamentos interpessoais, evoluímos e nos realizamos, mas é preciso ter noção de limites e saber amadurecer também nossa individualidade. Esse equilíbrio nos resguarda energeticamente e nos recarrega. Quem cuida da vida do outro, sofrendo seus problemas e interferindo mais do que é recomendável, acaba não tendo energia para construir sua própria vida. O único premio, nesse caso, é a frustração.
Afastamento da natureza
- A natureza, nossa maior fonte de alimento energético, também nos limpa das energias estáticas e desarmoniosas. O homem moderno, que habita e trabalha em locais muitas vezes doentios e desequilibrados, vê-se privado dessa fonte maravilhosa de energia. A competitividade, o individualismo e o stress das grandes cidades agravam esse quadro e favorecem o vampirismo energético, onde todos sugam e são sugados em suas energias vitais.

Por: Portal Holístico/Reiki Energia do Universo

domingo, 18 de agosto de 2013

Lua Cheia em Aquário e Ritual Corta Inveja

 Lua Cheia em Aquário e Ritual Corta-Inveja 
   No dia 20 de agosto de 2013 as 22h45’ teremos a Lua Cheia em Aquário, trazendo estímulos mentais embora nervosos e instáveis. Sair da rotina, fazer coisas agitadas e diferentes, as pessoas estão receptivas e dispostas a novas idéias. Nosso lado lúdico e especial estará acentuado o que possibilita diversão e encontros.
   Na fase Cheia a face visível da Lua é totalmente iluminada pelo Sol e reflete esta luz para a Terra. Nas 48 horas anteriores é possível ver a Lua nascendo a Leste e o Sol se pondo a Oeste, alinhados, formando uma força gravitacional que provoca a maré cheia, nos oceanos e também em nós que somos predominantemente água.
   Na Lua Cheia aparecem os resultados do que foi iniciado na fase Nova. Se tivermos desenvolvido ações positivas e de crescimento e as etapas tiverem sido superadas na fase Crescente, a Cheia trará realização e satisfação, caso contrário poderá gerar ansiedade. A Lua Cheia é um trasbordamento de emoções, podemos abandonar situações que se mostram incapazes de nos trazerem coisas positivas, abrir espaço para o novo. O ciclo chegou ao seu ápice, o que estava sendo gerado chegou à maturidade e os resultados ficam aparentes.
   A fase Cheia é ativa e integradora, trás consciência, necessidade de compartilhar e cooperação. Em Aquário destaca o desprendimento, a liberdade e a independência, é hora de se livrar de situações opressoras, restritivas e romper dependências. Estaremos mais originais e criativos.
   O eixo Leão/Aquário será ativado no nosso mapa, a força gravitacional que transborda se manifestará na casa por onde a Lua está passando, iluminada pela luz do Sol em Leão, na casa oposta, que trás visibilidade para coisas que estavam escondidas. Devemos evitar a impaciência e a intransigência, viabilizar conversas francas e acordos. Estaremos mais idealistas e dispostos a compreender outros pontos de vista, ver as coisas por um ângulo incomum e mudar o modo de pensar.
A dramatização e a inovação destes dois signos ampliam e potencializam ações, trazem emoção, desenvolvimento, atitude e evolução para nossas vidas.
Feliz Lua Cheia em Aquário, em tempos de Urano em Áries tenso com Plutão em Capricórnio, pode contribuir muito para as mudanças de comportamento tão necessárias neste ciclo.
   A seguir ensino um ritual de proteção muito eficaz contra o mau-olhado e possíveis maldições enviadas a nós, consciente ou inconscientemente, com intuito de não prosperarmos econômica e afetivamente. Também chamado de corta-inveja esse feitiço é realizado com os seguintes materiais:
· um pequeno pote de cerâmica branco
· um pouco de terra recolhida por você mesmo numa floresta
· um punhado de sal grosso
Modo de fazer: Na noite de Lua Cheia encha o pote até a metade com a terra e cubra-a com o sal. Coloque o pote atrás da porta de entrada de sua casa, exatamente na quina da parede. Depois, repita a seguinte oração:
“Terra, criadora de toda a vida,
Recolhe em ti todo mal mandado.
Fertiliza os meus sonhos,
E os germina com teu manto sagrado.
E que assim seja,
E assim se faça! "
   Deixe o pote no local durante uma semana e depois jogue fora todo o conteúdo, em uma floresta ou jardim. Realize esse ritual a cada Lua Cheia e verá como sua vida tomará um rumo mais próspero
.

sexta-feira, 16 de agosto de 2013

Sol em Virgem

                                       Sol em Virgem

   O Sol é o centro do Sistema Solar, fonte de vida e confere a ordem ao caos, estará em trânsito por Virgem.
   Para a Astrologia o Sol representa a capacidade de controlar e integrar todos os outros elementos do mapa astrológico, ou seja, da personalidade como um todo. Centro da consciência, princípio da paternidade, integridade e autoridade. Representa o potencial de crescimento, criatividade, vontade e decisão, necessidade inerente do indivíduo de atingir uma referência do valor pessoal e de se sentir apto a exercer controle sobre o meio, representa a capacidade de controlar e integrar todos os outros elementos do mapa astrológico.
   O Sol é o doador da vida, representa a mente consciente, vontade de viver e nossa força de vida criativa. Assim como os planetas giram em torno do Sol no nosso sistema solar, tiramos o nosso propósito de vida do Sol. É a nossa identidade básica e representa a auto-realização. O Sol também é a nossa vitalidade, o que nos dirige e pode ser considerado o “patrão” do nosso Mapa Natal.
   Na interpretação do mapa natal, o Sol tem natureza progressiva, é um princípio ativo e dinâmico que se desenvolve ao longo de uma existência. Nunca terminamos de desenvolver o Sol, estamos sempre no processo de vir a ser, rumar para uma meta ou visão do futuro. Joseph Campbell chama de “monomito” o herói presente na mitologia de todos os povos. Ele deve conquistar o direito de se tornar herói e rei.
   Quem nasceu com o Sol em Virgem é regidos por Mercúrio que na versão dada pela mitologia egípcia o mito de Mercúrio/Thoth é descrito como escriba do Deus Horus, e identificado com a natureza virginiana.
   Sob esta perspectiva, Mercúrio/Thoth era um grande mago com poderosos poderes de cura, podia, inclusive, ressuscitar pessoas. Foi considerado o autor intelectual do "Livro dos Mortos" onde são descritas técnicas para se obter a ressurreição.
   O Sol no signo de Virgem confere atitudes tímidas frente à vida preferem se posicionar fora do centro das atenções. Possuem altos padrões de exigências e tendem ao perfeccionismo. Interesse por aprender a manusear ferramentas e instrumentos, técnicas e a elaborar critérios. Escolhendo se aperfeiçoar em algum ofício podem se tornar mestres e atingirem grande habilidade mental. Precisam aprender a ser mais autoconfiantes e menos autocríticos. A exigência e os altos padrões de desempenho podem levar a insegurança e a autoflagelação. O amor e a sexualidade passam pela solidez e lealdade.
   São prestativos, perfeccionistas, geralmente são solitários, podem ter a sensação de serem "peixes fora d'água", inseguros e exigentes quanto à auto-imagem, procuram desenvolver o melhor de si, valoriza o silêncio, seus próprios recursos, a rotina, detalhistas, meticulosos, evitam chamar a atenção sobre si mesma, realista, podem repetir várias vezes o mesmo trabalho até ter a sensação de estar perfeito. Encontram paz interior quando realizam tarefas domésticas, procuram manter a ordem, podem se revelar religioso, educados, auto-suficientes, interessa-se por tudo que se relaciona a saúde, plantas medicinais, dietas, gostam de prevenir-se contra doenças, gostam da boa alimentação e de ter hábitos saudáveis. Preocupam-se com doenças podendo até chegarem a ser hipocondríacos, são ligadas a filantropia e assistência social.
   O período do trânsito do Sol pelo signo de Virgem no fim do inverno, hemisfério sul, e do verão no hemisfério norte, são tempos de purificações, limpezas e aprimoramentos.
   Precisamos planejar e organizar, separar o joio do trigo. Ver o que queremos realizar e que ainda não conseguimos. Anotar com clareza o que está pendente para quando a oportunidade se apresentar estarmos preparados e organizados. Devemos nos livrar daquilo que não será mais realizado, que perdeu o sentido, não é mais importante e que só está acumulando peso e espaço nas nossas mentes e gavetas. Olhar com calma para cada um dos projetos, fazer um balanço objetivar prazos, energia e disponibilidade. Fazer escolhas de forma rigorosa e clara.
   Tratamentos de saúde e o desenvolvimento espiritual são assuntos beneficiados por este trânsito do Sol por Virgem.
   A pedra de Virgem é a Cornalina, trás proteção, paz, eloquência, cura, coragem, energia sexual, vitalidade, alegria de viver, combate a depressão.
- Símbolo: Esfinge
- Animais da natureza: Escaravelho, Esquilo e Castor
    

quinta-feira, 15 de agosto de 2013

Mercúrio em Virgem

                              Mercúrio em Virgem

   A versão dada a Hermes/Mercúrio, regente de Gêmeos e Virgem, segundo a mitologia greco-romana, como intermediário entre deuses e homens se encaixa mais com o aspecto geminiano, porém como escriba do Deus egípcio Hórus, se encaixa perfeitamente a natureza virginiana.
   Sob esta perspectiva, Mercúrio/Thoth era um grande mago com grandes poderes de cura, inclusive ressuscitar pessoas. Foi considerado o autor intelectual do "Livro dos Mortos" onde inclusive são descritas técnicas para se obter a ressurreição. Freqüentemente o estado de saúde era restaurado pela utilização de frases mágicas aplicada ao Chackra da garganta do doente. Thoth era versado em Astrologia, Astronomia e Artes Mágicas.
   Mercúrio ou Hermes, filho de Júpiter e mensageiro dos Deuses, é relacionando as vendas, lucro e ao comércio. Associado aos ladrões, viajantes e a personificação da inteligência e da eloqüência. Vários elementos científicos levam seu nome, o planeta e o elemento químico são uns deles. A palavra mercurial é usada a tudo o que é instável, volátil e errático.
   Na astrologia é um dos planetas pessoais: Mercúrio, Vênus e Marte. Planeta mais próximo da Terra faz a ligação entre o Sol /Espírito e a Lua/Emoção, é a razão, forma como pensamos e falamos.
   Mercúrio em Virgem potencializa a capacidade analítica, atenção, percepção sensorial e racionalidade, como as asas que tem nos pés.
   As maneiras de se comunicar, pensar e interagir se torna precisa e detalhada, pensamentos sistemáticos, críticos e analíticos. Estaremos com a mente mais ligada as minúcias, aos pormenores e aos detalhes do dia a dia.
   Quem tem Mercúrio em Virgem no Mapa Natal gosta de exercitar a mente com problemas, argumenta, deduz, discerne. A reflexão é lógica e justa, observadora de enorme espírito analítico, crítico e céptico. Irrita-se com grande facilmente, muito nervoso e sempre muito crítico. Impulsivo e maníaco, pode se perder em detalhes.
   Este posicionamento de Mercúrio é dos mais positivos para as comunicações, aumenta a capacidade de síntese, e nos fazemos entende com poucas palavras. A recepção e transmissão de dados e informações podem se tornar mais ágeis e eficientes, atentos ao que falamos e escrevemos.
   Essa atenção aos detalhes, por um lado, é benéfica porque não deixa passar nada, por outro lado, a vontade de querer corrigir, pode fazer perder a idéia ou o tempo de falar e expor os pensamentos. Aristóteles tinha Mercúrio em Virgem e foi o primeiro a dividir as frases em sujeitos e predicados. Mercúrio em Virgem não tolera erros gramaticais e textos sem coerência.
  Mercúrio em Virgem usa o conhecimento para fazer, e principalmente aprender fazendo. Há muita habilidade manual além da grande eficiência nas tarefas cotidianas. Este período é favorável para aprimoramento técnico, aperfeiçoamento de habilidades e desenvolvimento pessoal. Quem tem Mercúrio em signos de terra, tem necessidade de organizar os pensamentos e isso se reflete na vida. Mercúrio em Virgem gosta de tudo bem organizado, com etiquetas, fichários, arquivos, planilhas, tudo planejado e anotado na agenda.
   Os textos de Mercúrio em Virgem são repletos de dados volumosos, reforçado com notas de rodapé e referências eruditas. Detalhar e fazer especificações precisas são funções de Mercúrio em Virgem, porque nada deixa de ser percebido.
   Ciclo que beneficia o aprendizado e por o conhecimento em prática.



terça-feira, 13 de agosto de 2013

Carma, o Agora e Astrologia

                 Carma, o Agora e Astrologia

   Karma em sânscrito, forma simplificada, Kamma, "ação" é um termo de uso religioso, teológico dentro das doutrinas budistas, hinduísta, jainista e sikhista.
   Adotado posteriormente pela Teosofia, e dentro dessa doutrina ligado ao sentido de Saga, do "dever a ser cumprido no Sou", expressar um conjunto de ações dos homens e suas conseqüências no chamado "Tempo". Carma significa o que deve se pagar. Este termo ou conceito não é usado na Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec, nem ao menos é citado nos cinco livros de Allan Kardec que adota, ao contrário, o conceito de causa e efeito, onde o amor cobre uma multidão de pecados.
   O conceito Carma na física é equivalente a lei, segundo Albert Einstein, para toda ação existe uma reação de força equivalente em sentido contrário, no devido espaço do tempo, Lei de Newton. Para toda ação tomada pelo Homem ele pode esperar uma reação. Se praticou o mal então receberá de volta um mal em intensidade equivalente ao mal causado. Se praticou o bem então o receberá de volta em intensidade equivalente ao bem causado, dependendo da ação, pois "o bem gera o bem e o mal gera o mal".
   Dependendo da doutrina e dos dogmas da religião ou teologia discutida, este termo pode ter diferenças, porém sua essência sempre foca as ações e suas conseqüências.
   O termo Karma/Carma diz respeito ao Hinduísmo, Budismo e sistemas de pensamentos originários da Índia e ligados a reencarnação ou "ressuscitar dos mortos". No budismo, Kamma ou Karma é a palavra para "ato" ou "ação" e nesse sentido, usa-se a palavra em textos mais antigos para ilustrar a importância de se desenvolver atitudes e intenções corretas. Considera-se que por gerar Carma os seres encontram-se presos ao Samsara, segundo o Vedanta que é a tradição espiritual que se preocupa principalmente com a auto-realização, é o ciclo da transmigração da alma em mundos materiais, portanto, a meta da prática budista é extinguir o Carma.
   Dharma é o "conjunto de méritos acumulados", o contrário de Karma. Essa terminologia não é de uso tradicional das religiões orientais, principalmente porque Dharma significa ensinamento ou verdade em vez de mérito ou virtude.
   O planeta do Carma é Saturno, o que torna a vida de cada um de nós o resultado de nossas ações passadas. Também é o planeta do esforço, da persistência e dos trabalhos árduos.
   Ao compreendermos a natureza de Saturno, mais o nosso Carma flui com o tempo. Ao invés de ficarmos presos aos erros do passado, devemos apreender a cada dia a materializar novas formas, novas atitudes e encontrar novos propósitos para nossas vidas.
   Quando vivermos o “Aqui e o Agora”, segundo Martin Schulman no Livro O Carma do Agora, buscando novas atitudes e novos propósitos, diminui o velho que nos trás resultados frustrantes e restritivos. O novo é conseqüência do velho, dependendo da nossa sabedoria e livre-arbítrio juntos, nossos padrões do passado se dissiparão e deixarão de ter eco no “Agora”.
   O posicionamento de Urano, o planeta do intelecto elevado, estimula a romper padrões de pensamentos arraigados e restritivos. Nele pode estar à descoberta de uma maneira que nos revolucione e traga a revolução do Carma.
   Mais do que qualquer outro planeta, Urano com sua espontaneidade larga o passado, podendo ver o valor de tudo que está acontecendo no “Agora”. O planeta da elevação do intelecto nos ajuda a romper barreiras interiores que limitam a consciência. Nele nos tornarmos independentes, mais conscientes e confiantes na nossa individualidade, aceitando os desvios que existem dentro de nós, aceitamos melhor o meio ambiente e tudo que existe no entorno. Se rejeitarmos tudo que nos pareça desarmônico, ficamos mais arraigados as nossas opiniões pessoais, deixamos de experimentar verdadeiramente tudo que está acontecendo no “Agora”.
   Netuno, o planeta dos sonhos e do esquecimento, freqüentemente é visto de forma negativa, mas a habilidade de esquecer o passado é de fundamental importância nas nossas vidas. Em vez de lutarmos com as sombras, ilusões e fantasmas das nossas mentes, Netuno dissolve tudo que nos impede de mergulhar definitivamente no “Agora”.
   Plutão o planeta da morte e da transformação, tem papel fundamental no Carma do Agora. Somos capazes de por fim de forma definitiva aos pensamentos remanescentes do passado. Têm a ver com a natureza inconsciente, trás a tona os sentimentos e pensamentos escondidos que devemos eliminar para dar lugar ao novo. Nos liberta dos comportamentos autodestrutivos, pensamentos recorrentes e nos livra de padrões e hábitos do passado. Principal motivador, cria através da destruição, implode o velho edifício para construir o novo em seu lugar, símbolo do progresso, do novo na vida, nos trás uma profunda sensação de movimento no “Agora”.
   Os esforços para ficarmos equilibrados e centrados no meio de tudo que existe é o Carma do Agora. Embora não se acredite que se pode atingir algo, podemos, através da nossa fé, conhecimento, sabedoria e compreensão que o “Agora” é tudo que existe.

segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Vênus em Libra

                                Vênus em Libra

   Vênus para os romanos, Afrodite para os gregos, Netzack/Árvore da Vida, sétima esfera na Cabala. Para a Astrologia representa o feminino, como encontramos prazer, valorizamos, interagimos e somos agradáveis.
   A posição que Vênus ocupa no nosso mapa natal diz onde as experiências nos dão prazer e podemos agradar os outros. No mapa dos homens representa o feminino que se identifica.
   Vênus é a Deusa do amor e da beleza, associada a venéreos e afrodisíacos, ambos relacionados ao sexo. Afrodite era a mãe de Eros de onde vem a palavra erótica, rege dois signos do zodíaco Touro e Libra, em cada uma das regências manifesta um traço da Vênus.
   Em Touro é material, física e ligada à excitação dos sentidos. O prazer da comida, nos sentidos e no exercício deles, sexo e prazer e as formas de obtê-los.
   Vênus representa a beleza, em tempos de padrões estéticos definidos por interesses, deixa as pessoas frustradas em relação a sua própria beleza, pela dificuldade de se encaixar nos padrões. A Vênus/Afrodite nasceu da espuma que se formou dos testículos de Urano que foram jogados no mar, ou seja, simbolicamente livre de padrões. Nasceu adulta e pronta para se relacionar, e este é o padrão da Vênus que rege Libra, a cópula, interação, sedução, ter prazer com o outro.
   Vênus rege o amor, o tesão e não necessariamente o romance, é o fogo que arrebata e nos impulsiona para fora de nós, para o outro.
   A mais bela e graciosa das deusas casa com Hefesto, o mais feio e mal-humorado dos deuses, por isto a Vênus em nosso mapa pode estar relacionada a coisas não muito agradáveis, que precisam ser resolvidas, e sua presença suaviza e deixa mais leve estas experiências.
   Quando em trânsito por Libra traz a atração e o prazer, o que sentimos com a beleza, as artes e todas as atividades sensoriais, e a necessidade de integração e interação com o outro. Rever a importância e a qualidades das alianças, equilíbrio de forças políticas e a necessidade de rever normas, leis e critérios que normatizam o convívio social, profissional e pessoal.
   A Vênus em Libra nos indica o prazer e o valor do equilíbrio, harmonização das forças opostas, diversas e múltiplas. Pessoalmente nos impulsiona a prática que podem equilibrar a nossa mente e que devem trazer paz e harmonia para as nossas vidas. Buscando o valor que existe na tranquilidade, que se instala em nós, através da compreensão e aceitação do outro e de nós mesmos.
   No seu trânsito por Libra estará em oposição a Urano, que transita em Áries desde março de 2011 até maio de 2018, estilhaçando formas superadas, preparando a humanidade para o novo ciclo, mudando atitudes, ampliando os limites formais, destruindo preconceitos e evoluindo comportamentos.
   De 16 de agosto a 11 de setembro de 2013 será um período de reavaliação e debates dos padrões que regem o convívio social, da necessidade que temos de mudar valores que não mais se compõe com o Novo Mundo, Nova Era e a Nova Humanidade.
   No dia 25 de agosto de 2013 a Vênus estará envolvida na Grande Cruz Cardinal com Júpiter em Câncer, Urano em Áries e Plutão em Capricórnio. A Cruz Cardinal traz os relacionamentos, independência e a disponibilidade. Os signos Cardinais se caracterizam pela ação, um novo movimento e busca desafios.
   O Ascendente/Nascimento (Áries), o Descendente/Relacionamentos (Libra), Meio do Céu/Missão (Capricórnio) e o Fundo do Céu/Origem (Câncer) são pontos Cardinais. Os signos Cardinais são aqueles que dão impulso, começo, iniciativa, criatividade, projeto, ideia, origem das coisas, conferem atividade, energia, coragem, audácia, rapidez, pioneirismo, ambição, ardor, autenticidade, senso de direção e de prioridade, mas também podem se manifestar com agressividade, ausência de ponderação, imediatismo, despotismo e dispersão.
   Além destes aspectos teremos no mapa do dia 25 de agosto a Lua em Touro, Júpiter/Marte em Câncer, Sol/ Mercúrio em Virgem, Saturno em Escorpião, Plutão em Capricórnio e Netuno em Peixes formando aspecto harmônico (sextis, ângulo de 60°), o que pode oferecer uma oportunidade única de transformar a tensão da quadratura (90°) Urano/Plutão, intensificada pela presença de Júpiter e Vênus na Cruz Cardinal, beneficia os efeitos de harmonização do grande sextil. Conflitos profundamente enraizados na superfície do planeta podem, finalmente, começar a resolver-se.
   Individualmente este trânsito pode estabelecer uma revolução na nossa postura frente os relacionamentos íntimos, de amor, amizade, sociedades e parcerias em geral. Devemos sair deste trânsito com a certeza que se expandir passa por compartilhar, idéias, conhecimentos e conquistas. Reescrever o ditado: “Farinha pouca meu pirão primeiro” para “Farinha pouca compartilhada pirão para todos”.
   Vamos concluir que convivendo neste universo cíclico, todos habitando o mesmo planeta Terra, o que acontece com um se expande para todos, embora muitos de nós acreditemos que através do poder, escravização, manipulação das informações, das mentes dos semelhantes e dinheiro, que estão acima do “bem e do mal”. O certo é que só geram escassez, doença, violência e infelicidade para todos.
   Quando evoluímos nossos valores e comportamentos, mudamos nossas relações íntimas e profissionais, contribuímos com as mudanças na sociedade e transformamos o mundo.
   Escolhi a pedra relacionada ao arquétipo de Libra, a Opala, como imagem deste post para que a sua energia traga boas vibrações para os nossos pensamentos, comportamentos, relacionamentos e nos estimule a fazer as mudanças que são tão necessárias.

sábado, 10 de agosto de 2013

Quíron em Peixes

                               Quíron em Peixes

   Quíron aponta onde se escondem nossas feridas mais profundas, onde doamos o que não temos. Contribuímos com os outros, mas não conseguimos nos ajudar.
   Em Peixes – problemas na gestação colocam obstáculos desnecessários e tendem a não receberem os créditos de coisas que fazem. A prática da espiritualidade e as ciências ocultas são seus caminhos de cura.
   Desde fevereiro de 2011 e até março de 2019 Quíron estará em Peixes trazendo a vítima ou o salvador que existe em nós. Podemos querer fugir da realidade, a solução será usar a criatividade e a imaginação para gerar alegria para todos. Devemos cuidar com falsos líderes e mestres.
   "Grande parte de vosso sofrimento é por vós próprios escolhido". É a amarga porção com a qual o médico que vive dentro de nós cura o nosso Eu doente. Confiai, portanto, no médico e bebei seu remédio em silêncio e tranqüilidade, pois sua mão, embora pesada e dura, é guiada pela suave mão do Invisível.
   O Astrólogo, profissão regida por Quíron, português Antônio Rosa diz: “Com a experiência, fui aprendendo que me era muito útil saber qual a doença, ou doenças, dos meus clientes, se possível nos primeiros 10 minutos da consulta, pois fico com uma visão metafísica muito completa da pessoa que está à minha frente e, assim, sou mais eficaz no meu trabalho e não o termino completamente esgotado.
   Por exemplo, se me dizem que sofrem de Fibromialgia, sei quase que mecanicamente que tenho à minha frente alguém cuja maior tendência é ser a «vítima», culpando tudo e todos, das ocorrências da sua vida. São das consultas mais difíceis de se dar. Não caiam na asneira de sugerirem médicos e terapeutas, pois passarão a fazer parte imediata da lista dos seus «culpados», pois nada baterá certo e haverá sempre um dedo a apontar, com a vozinha mais meiga do mundo”.

   Quíron em Peixes ou na casa 12 tem um forte sentido do trans-pessoal e de coletivo, uma forte identificação com o caos, com aquilo que se dissolve e um desejo secreto de regressar à unidade, ao uno e indivisível.
   Outro vínculo a este signo e casa é a possibilidade da pessoa sentir o isolamento, as tribulações e as incapacidades que a deixam impotentes perante a vida e ao mundo, se tornando fonte de problemas que determinam dificuldade em se encontrar e definir a individualidade, dar uma direção pessoal para a vida. Aí surgem os inimigos ocultos, vítimas de enganos, desilusões, sacrifícios e, eventualmente, tentarem escapar destas situações através do uso de drogas. Se bem orientados pode se dedicar à meditação e a processos de relaxamento, onde, com relativa facilidade atingem o êxtase.
   Este posicionamento pode gerar estranhos sentimentos de culpa como se fossem os responsáveis por tudo que acontece. Raramente sabem a causa desta sensação que os acompanha pela vida. Devido à sensação de serem vítimas permanentes, somatizam essas questões, atraindo para si doenças graves.
   Quíron em Peixes ou na casa doze reflete uma grande sensibilidade para com o sofrimento, atenção para com os problemas coletivos pouco divulgados ou ocultos. Esta posição pode gerar terapeutas, curadores e reformadores que procuram no inconsciente coletivo as forças e as soluções para ultrapassarem os problemas crônicos da humanidade. Muitos deles trabalham longe da atenção pública.
   Com este posicionamento a pessoa pode assumir uma personalidade desapegada e totalmente despojada perante a vida, mas de forma consciente e criativa, procurando ultrapassar as limitações e transmutar os seus próprios sofrimentos, complexos cristalizados através da auto-renúncia doadora e da prática da espiritualidade, regenerar a si e aos outros.
   As terapias que podem ter bons resultados para estas pessoas são os cristais, cura quântica, limpezas da aura e energéticas.

Ler mais: http://migre.me/fIhpo