Translate

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Mitos e Características dos Signos - Parte III - Sagitário a Peixes

           Mitos e Características dos Signos

                                    Parte III – Sagitário a Peixes

   Durante séculos, as pessoas consultaram astrólogos com questões como: qual é meu destino, como terei sucesso no amor e nos negócios, como ganhar dinheiro, como está a minha saúde? O astrólogo, conhecedor da "linguagem das estrelas", calculava o horóscopo da pessoa, um diagrama composto de símbolos e linhas referentes às localizações planetárias no céu na hora do nascimento, astrologia natal, ou no momento em que a pergunta era feita, astrologia horária, passando então a tratar dessas questões.
  O fato de que um pedaço de papel com alguns rabiscos matemáticos e grifos de formas estranhas possam dar respostas racionais e exatas, esta questão sempre desconcertou as mentes cultas.
   Mesmo assim, a astrologia continua a existir e a prosperar. Hoje, quando a Idade da Razão começa a se integrar na Era da Intuição, a astrologia pode ser compreendida bem melhor pelas mesmas mentes que a desafiaram por tanto tempo, justamente por ser a integração da razão, matemática, frequências orbitais, ciclos, e da intuição, referências simbólicas a mitos e divindades.
Persiste a discussão do por que da Astrologia, mesmo entre seus defensores. De acordo com Jung, os deuses gregos e todos os mitos que os cercam simbolizam o inconsciente coletivo, ou seja, fatores motivacionais profundos que são compartilhados por toda a humanidade. Uma vez que os planetas recebem os nomes desses deuses, carregam em si a influência da simbologia que tais arquétipos possuem. Para Jung, essas realidades simbólicas interagem com os acontecimentos de nossas vidas por meio de um processo chamado sincronicidade, esta seria a razão física para os instrumentos mágicos da Astrologia.
Mitos de Sagitário
Segundo a lenda, Íxion e Dia iriam se casar. Dia era filha de um poderoso e abastado Rei Dioneus. Ambicioso e sem escrúpulos, o noivo matou centenas de convidados queimados com carvão em brasa quando os mesmos dirigiam-se para o banquete no castelo. Como pena por tão medonho crime, Íxion foi exilado da Grécia e condenado a ter uma vida errante, sem destino. Apiedado de tamanho infortúnio, Zeus levou-o para o Olimpo. Este, porém, tentou seduzir a esposa do próprio Zeus, mas que a ele tudo contou. Assim, para vingar-se, Zeus criou uma mulher feita de nuvem à semelhança de Hera, sua esposa.
Íxion como vivia bêbado não observou a artimanha e, da união dos dois nasceu Centauro, uma figura meio humana meio animal e Néfele, a esposa nuvem, desfez-se em prantos. Outros mitos de Sagitário são o de Zeus Pather e Quíron.
Cada um deles tem muito a ver com as pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 22 de novembro e 21 de dezembro, Ascendente em Sagitário e que tem Júpiter como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Sagitário: Visionários, aprecia a expansão sob todos os aspectos, grandes estrategistas procuram formar alianças, estão na eterna busca do conhecimento superior, conseguem ter ampla perspectiva e consciência do que lhes interessa grandes observadores, nada escapa de sua ampla visão. Costumam controlar ao máximo suas emoções, pois ao explodir tendem a fulminar seus adversários, criam facilmente estratégias para reinar absoluto em seu território, impõem firmemente a sua vontade sobre grupos ou comunidades.
   Identificando-se com seu arquétipo, Zeus, no nível psicológico, tem plena consciência do que analisam e do que querem. Assim sendo tem em mãos todo controle, razão, e vontade a seu dispor e que usam em relação a outras pessoas. Agem às vezes de forma a parecerem democráticos, porém a última palavra sempre é a deles. Tem uma forte ligação com a justiça e se empenham de corpo e alma quando envolvidos em uma situação legal. Podem inclusive fazer parte se sindicatos na defesa também do direito alheio e geralmente são excelentes juízes e advogados. Gostam de estabelecer um espaço bem definido e, por isto, muitas vezes se casam e tem filhos.
   Podem ser grandes conquistadores e são dados a paixões repentinas. São extremamente corajosos, pois querem atingir uma meta a qualquer preço. Devem ser patrões, pois, em geral, não são submissos e a função de empregados pode gerar muitos conflitos. Podem ser grandes empresários e, geralmente chefiam as sessões onde trabalham. Quanto a relação paternal ou maternal, tendem a ser permissivos, porém, são bons provedores independente do fruto ser do casamento ou de qualquer outra ligação. Em relação a sua postura, às vezes podem parecer seres superiores com ares de que tudo sabem, podem ser orgulhosos e buscam sempre o poder.
   Ocasionalmente podem desconfiar de seus semelhantes tanto no trabalho como em outras situações. Nestas circunstâncias podem ser difíceis de lidar, pois impedem o bom relacionamento e inclusive a ascensão de seu colega ou familiar. Porém geralmente são bons de coração e até generosos. Muitos chegam a fazer doações de grande soma de dinheiro para sociedades filantrópicas. Mas sempre valorizam sua liberdade e seu espaço. Suas idéias podem ser contestadoras no momento do problema, mas quando o mesmo se desenrola observa-se que o sagitariano detém quase sempre a razão.
   Há dois tipos fundamentais de sagitarianos: o desportista, alegre, descontraído, inseguro em suas relações sociais e, o outro, filósofo, um ser pensante, mais recluso e pouco chegado à vida social. Este busca incessantemente a sabedoria. Podem se tornar muito violentos quando sua natureza animal predomina. Curadores extraordinários, inclusive podem fazer tratamentos usando apenas as mãos.
Símbolo: Centauro
Animais na natureza: Cavalo e Zebra
   Pomona vivia em seu jardim cuidando das flores e das plantas, dedicando todo o seu tempo neste árduo e belo trabalho, mas que a tornava solitária. Ignorava também todos que dela se aproximassem com intenções afetivas.
   Vertumo também era extremamente dedicado ao cultivo de suas terras e cuidava para que as mesmas sempre estivessem bem tratadas. Adorava flores e frutos. Verdumo era apaixonado por Pomona e pensava em tudo para poder conquistá-la, mas temia sua indiferença. Fez várias tentativas para aproximar-se da amada, todas infrutíferas. Resolveu então transformar-se em ceifeiro, após em lavrador, em vinheiro e, por fim numa velha senhora. Usando destas artimanhas, Verdumo foi-se declarando até que resolveu mostrar sua verdadeira identidade. Aí, quando Pomona viu seu rosto iluminado pelos raios de sol, apaixonou-se também pelo rei da Etrúria e os dois puderam unir-se pelos laços do amor e do matrimônio. Outros mitos de Capricórnio são o de Cronos, o de Pã, Sátiros, Faunos e Bodhisatwa.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 22 de dezembro e 20 de janeiro, Ascendente em Capricórnio, e tem Saturno como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Capricórnio: Perseverança, paciência, obstinação, usa toda sua força para atingir um objetivo, lida muito bem com o setor público de um modo geral, conhece seus limites, tem grande admiração pela figura paterna a quem reserva um espaço importante em sua vida, embora a relação em si seja difícil. As mulheres, por sua vez idealizam a figura paterna em seus companheiros. Outra situação freqüente na vida do capricorniano é que tem que assumir responsabilidades muito cedo na vida, são pessoas que definem perfeitamente o tempo, necessário para realizar uma tarefa, os limites e a simetria das coisas e circunstâncias. A figura do pai é tão dominante que esta relação se estende às grandes instituições onde o capricorniano ocupa posições de poder, por entender bem o sistema.
   Relacionado também à tradição e a cultura de um modo geral. Podem violentar seus sentimentos em benefício de sua ascensão social e profissional, conhece a hierarquia como ninguém. Não aceitam facilmente aquilo que não é convencional, acadêmico ou tradicional, só compartilham daquilo que pode ser aceito socialmente e tem aplicação prática. Muitas vezes para garantir seu lugar e suas obras, é capaz de tentar até paralisar o progresso daquela região.
   Muitas vezes impõem aos filhos suas profissões e, às filhas, os maridos a quem devem contrair matrimônio. Mais ligado a parte material e financeira da vida, não dão muita importância ao lado afetivo. Por isto podem ser vistos como frios e pouco sensuais. Existe naturalmente outro grupo de capricornianos que tem outro temperamento, são voluptuosos, satíricos e podem ter até um traço de crueldade em seus relacionamentos. São especialmente organizados e necessitam de grande estabilidade, tem método, mas pode cristalizar sua capacidade psíquica e até sua criatividade o que se traduz numa aparência de mais velhos de idade do que realmente são.
   Tem necessidade de isolamento e reagem ao novo desejando manter sempre o status quo. Realistas, exibem ação objetiva e concreta, não sendo nada sonhadores. Mostram a todos a importância da experiência adquirida e da conquista das coisas através do trabalho árduo e seguro. Paradoxalmente são os que mais cobram a si a ação do tempo na realização das coisas. Por incrível que pareça cabe ao signo de capricórnio a regência sobre a dança onde atributos como a autodisciplina, treino constante, paciência e perseverança, são requisitos fundamentais para o profissional bem sucedido.
   Os capricornianos são muito leais e cumpridores a risca de seus compromissos. Quando envolvidos emocionalmente com alguém são capazes de enfrentar toda a sorte de vicissitudes para proteger o relacionamento garantindo sua segurança e estabilidade. Nestes casos são gentis e amáveis. São grandes admiradores dos ciclos da vida, admiram as plantas, flores e frutos. Adoram os dias frios e cinzentos, bem como as chuvas.
Símbolo: Cabra montês
Animais na natureza: Bode, Girafa e Pinguim
   Estamos na idade do bronze. Muita coisa estava acontecendo: guerras, injustiças e toda a sorte de crimes comuns e até hediondos. A vida humana era considerada miserável e dolorosa de ser vivida. Zeus então resolveu acabar com tudo julgando que nenhum homem era merecedor da proteção de quaisquer dos deuses do Olimpo. Pensando assim, Zeus determinou que se fizesse o dilúvio. Sabendo do que estava para acontecer, Prometeu avisou a seu filho Deucalião e o orientou para construir uma grande arca. Nela seriam colocadas a esposa, os familiares e as provisões necessárias.
   Choveu intensamente durante nove dias e nove noites. O planeta todo transbordava em água e a arca de Deucalião foi até o Monte Parnaso, um dos locais não invadidos pelas águas. Desembarcaram em terra firme e imediatamente ofereceram um sacrifício a Zeus em agradecimento por suas vidas, aparentemente as únicas que restaram no planeta Terra. Porém à medida que as águas foram descendo, o casal entristecido via animais e pessoas mortas. Desesperados, pediram a Zeus que a raça humana fosse reconstituída.
Assim, foram orientados a jogarem pedras para trás. Cada pedra que Deucalião jogava, transformava-se em um homem e as pedras de sua esposa, em mulheres. A Terra foi então repovoada, porém pouco depois o homem voltou a apresentar os mesmos padrões de comportamento e nunca houve mais paz. Outros mitos de Aquário: Urano e Prometeu.
   Cada um deles tem muita das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 21 de janeiro e 19 de fevereiro, Ascendente em Aquário e que tem Saturno ou Urano como planetas importantes no Mapa Natal.
Características de Aquário: Radical, original, intempestivo, fixa-se em idéias ou em uma ideologia, gostam de olhar o céu e contemplar o firmamento, são utópicos e podem apresentar grande dificuldade em lidar com a rotina do dia a dia. Devem aprender a contemporizar, suas vidas estão sempre se remodelando e estruturas obsoletas são substituídas pelas novas, normalmente repudiam o animalesco, o primitivo, tem grande instinto civilizador num sentido gregário, pois os aquarianos sentem-se confortáveis na criação de grupos. Porém, apesar de estar sempre voltado para a comunidade, para os grupos, é extremamente individualista. Muitas vezes são subtraídos de seus cargos ou do seio de uma comunidade em que representam um papel importante. Apesar de sentirem-se mutilados com a velocidade com que as coisas acontecem é porque lhes está destinada uma nova função, com novas oportunidades, novos caminhos.  Como detém em si a mudança do status-quo, são tidos como rebeldes, revolucionários e anarquistas, muitos inventores e artistas estão em grande número dentre os aquarianos. Rompem fronteiras, não aceitam limites, buscam a verdade, são científicos e intelectuais. Tem muitas vezes uma criatividade compulsiva e preocupam-se com a fidelidade, lealdade e confiança. A amizade lhes é importante, pois é com os amigos que compartilham suas idéias. Às vezes, os aquarianos têm a sensação de não pertencerem ao planeta terra ou a esta dimensão. Acham que tem uma missão, mas nem sempre tem consciência de qual seja, são extremamente apegados a liberdade e defendem com tenacidade suas idéias. Pode usar de sua rebeldia para favorecer a coletividade.
   Todo trabalho desenvolvido pelo aquariano é voltado para a sociedade, porém deve ser realizado de uma forma isolada. A psicologia, a assistência social o campo das invenções e até mesmo a Astrologia são campos que muito interessam a todos os aquarianos de um modo geral. É um grande questionador inclusive da autoridade alheia. Tem ânsia de expandir seus conhecimentos e divulgar amplamente suas idéias. A maioria das vezes não é compreendida por ter idéias futuristas. Igualmente importante está a sua boa vontade para com todos de um modo geral e não particular, seu amor a humanidade como um todo. Tem esperança no aperfeiçoamento do ser humano e na evolução da espécie. Busca a igualdade e a fraternidade e vive o eterno dilema do ser único versus a coletividade.
Símbolo: O Aguadeiro
Elemento da natureza: Furacão
   Existem várias versões para o mito das sereias. A princípio acreditava-se que havia apenas dois exemplares. Partênope e Lígia. Versões posteriores acrescentam Leucósia como o terceiro elemento. Uma tocava lira, outra cantava e a terceira tocava flauta. Eram jovens de uma beleza sem par e integravam o cortejo da misteriosa Perséfone. Quando Hades, o deus dos infernos raptou Perséfone, as sereias pediram aos deuses asas para que pudessem procurar sua ama em todos os lugares. Há uma versão que Deméter, a mãe de Perséfone, irada com seu rapto, subtraiu as asas das sereias e transformou-as em monstros.
   Outra versão conta que Afrodite enciumada com a beleza de suas concorrentes, transformou-as em sereias, ou seja, metade mulheres e da cintura para baixo, peixe, para que nunca pudessem vir a usufruir dos prazeres do corpo.
   Como empregadas de Perséfone, agora a rainha dos infernos, as sereias estavam encarregadas de levar as almas para sua senhora. Ficavam numa ilha do Mediterrâneo aguardando a passagem de barcos com pescadores e marinheiros para depois de enfeitiçá-los com sua beleza e cânticos, as vítimas sucumbissem e, então cumpririam a missão de levar-lhes as almas.
   Numa outra versão a sereia se apaixona por um jovem ingênuo, os dois compartilhavam de mundos completamente diferentes, mas para poderem ficar juntos, a sereia depois de analisar todo o sacrifício que deveria fazer propõe ao jovem algumas condições. Este não poderia perguntar-lhe o verdadeiro nome, não poderia abrir uma caixinha dourada que a mesma guardava em seu armário e nem entrar no quarto dela numa determinada hora. Estas condições só foram respeitadas temporariamente e, transgredindo as solicitações seja por simples curiosidade seja por desrespeito, o encanto quebrou-se e os dois não puderam mais conviver juntos e a sereia partiu para sempre deixando o jovem desolado.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 20 de fevereiro e 20 de março, Ascendente em Peixes ou que tem Netuno como planeta importante no Mapa Natal. Outros mitos importantes de Peixes são o de Poseidon, o de Tifão e o de Dionísio.
Características de Peixes: Secretos, misteriosos, difíceis de entender, ora alegres, ora tristes, paradoxais, enigmáticos, complexos, apresentam diversas faces para o mundo, conseguem penetrar profundamente no mundo das emoções. As emoções, no entanto quanto mais profundas muitas vezes passam a ter características nebulosas. Muitos conseguem contatar as profundezas do inconsciente. Muitos poetas, romancistas, compositores, músicos e até psicoterapeutas tem este tipo de experiência. Podem até traduzir sentimentos do inconsciente coletivo. Os piscianos são imprevisíveis e tem recursos interiores ilimitados. Podem ter reações intempestivas, oscilarem de um extremo emocional a outro sem razão aparente. Podem ter o hábito de comerem muito e, outros, praticarem jejum para se purificarem. Tem facilidades para meditar e encontrar muitas das respostas às suas complexas questões através deste meio. Tem imaginação criativa e grande inspiração. Muitos vivem num mundo próprio, a parte, e tem dificuldades para se adaptarem ao mundo concreto das formas. Tem uma grande compaixão estendendo-se até aos animais de qualquer espécie. Tem uma grande ligação com as crianças que pode se der através de suas fantasias como também devido à facilidade que tem de se adaptarem e de criarem.
   Porém, quando se trata da educação de seus filhos tendem a delegar responsabilidade para seus cônjuges. São generosos e defendem sua prole contra qualquer animosidade externa que os ameace. Na relação amorosa não tem limites e muitas vezes assustam a pessoa amada com a imensidão de seus sentimentos sem barreiras. Podem apresentar o lado violento de suas reações emocionais que geram muitos desentendimentos. Às vezes os piscianos projetam suas emoções e conteúdos inconscientes nos outros no sentido de organizarem o mundo caótico em que vivem.
   Muitas vezes projetam para se livrarem de coisas que não conseguem por outros meios. Este signo também está muito relacionado ao cinema, a fotografia, aos perfumes, ao carnaval e a todos os tipos de imagens projetadas. Podem se desvincular da realidade do dia a dia que pode parecer-lhes dolorosa e aí encontrarmos os viciados, alcoólatras, marginais, mendigos, usuários de drogas e psicopatas.
   O signo de Peixes também nos ensina a usar de forma construtiva nossas intuições, e a buscar a cura através dos sonhos. São grandes curadores e conselheiros. Entendem os sacrificados que como eles também se sacrificam e sofrem. Cabe a eles traduzir a complexidade universal. Pode ser através da física como Einstein ou ajudando a muitos desesperados, doentes e sem rumo como o grande médium Edgar Cayce. São visionários, grandes artistas, excepcionais místicos. São os grandes magos do Zodíaco.
Símbolo: Peixes
Animais na natureza: Golfinho e Baleia

Pesquisa: Ariel Guttman e Kenneth Johnson - Astrologia & Mitologia

- Astrologia e o Pensamento Simbólico:http://migre.me/f9Yxt