Translate

domingo, 30 de junho de 2013

Grande Trígono Júpiter/Saturno/Netuno nas Casas do Mapa Natal

Grande Trígono Júpiter/Saturno/Netuno nas Casas do Mapa Natal
   Trígono é um aspecto de 120° entre os planetas. Um Grande Trígono envolve três planetas que estão em trígono entre eles, formando um grande triângulo no céu. Se manifesta como um somatório fluido das qualidades dos planetas envolvidos.
   O trígono de Júpiter em Câncer/Caranguejo com Saturno em Escorpião coloca lente de aumento nas emoções, na família e na capacidade de gerar e nutrir. Esta energia estabelece e conscientiza, trás a ideia do todo, temos a noção da universalidade dos nossos problemas e soluções. Oportunidade para derrubar muros e limites, perder o medo do outro e ter a noção de que interagir é mais proveitoso do que reagir. Vamos nos expandir de forma sólida e realizar sonhos, nas áreas da vida/casas, em que este aspecto acontece e onde temos Câncer/Caranguejo/Escorpião/Peixes, signos de água e que falam das origens, intuição e da nossa capacidade de doação, poder e transformação profunda e radical.
   De 17 a 24 de Julho de 2013 teremos o Grande Trígono formado com Júpiter em Câncer/Caranguejo com Saturnos em Escorpião e Netuno em Peixes, aspecto de evolução espiritual, vai transcender o que foi visto profundamente, transmutado de forma sólida e coletiva toda energia do planeta, o que nos afeta diretamente, principalmente nas casas em que temos estes signos.
   Peixes é o arquétipo do Amor Universal, transcendência e o espiritual, Câncer/Caranguejo é a família, a humanidade, a maternidade, a capacidade de alimentar e as memórias do passado. Escorpião são as profundezas da nossa psique, a magia, a morte e a transmutação. Este Grande Trígono vibra para o planeta uma energia de libertação do passado, limpeza espiritual, de karmas familiares, coletivos e pessoais. Abertura dos chacras e ampliação da percepção que alimenta a razão e as leis. Será necessário desenvolver ferramentas que nos ajudem a lidar com estas energias e com as capacidades mediúnicas ampliadas.

Influências do Grande Trígono para quem tem Sol ou Ascendente em:

- Áries/Carneiro – As emoções guardadas e somatizadas nas relações familiares vêm á tona, possibilitando reavaliações e mudanças, que podem ser responsável pela evolução da pessoa e da família. Mudanças de casa, casamentos, libertação e encontro com a verdadeira natureza, cura de acontecimentos repetidos da vida.
- Touro – A razão e a comunicação se potencializam, surgem relacionamentos maduros e sólidos, que serão definitivos na realização dos objetivos pessoais e profissionais. Encontro com a espiritualidade, com grupos afins, trazendo a sensação de pertencer a algo, ideologia, filosofia e potencializa a realização pessoal através do coletivo. Estudos, aprendizados, apoios de sócios e solução de problemas jurídicos.
- Gêmeos – Tempo de ampliar os ganhos materiais que podem ajudar na estruturação da vida cotidiana, investir em pequenos negócios, ampliar os horizontes do dia-a-dia tornando-o mais agradável e viável. Os problemas que vem afetando a saúde, muito provavelmente emocionais, serão resolvidos com mais segurança financeira e profissional. A carreira acontece de forma inusitada, mas extremamente satisfatória e rápida.
- Câncer/Caranguejo – As limitações vivenciadas e encaradas de frente nos últimos tempos serão o suporte para uma expansão e ampliação das possibilidades, emocionais e materiais. Compreensão profunda das últimas experiências dolorosas e restritivas traz o aprimoramento das ações, e um amadurecimento que mudam as atitudes. Esta mudança abre as possibilidades de sucesso e realização. Viagens, amadurecimento e elevação da consciência.
- Leão – Ampliação da sensibilidade, maternidade e consciência do potencial de nutrição guardado nos porões da mente. As dificuldades materiais, escolhas frustradas e carência afetiva farão a mudança através do acesso a esta qualidade/talento, de onde todas as possibilidades de realização e estabilização da vida, estão relacionadas. É tempo de começos, estruturação, cura das dores emocionais e psicológicas.
- Virgem – Expansão da consciência social e das amizades. Possibilita amadurecimento das idéias e pode estruturar o raciocínio e as comunicações interpessoais. Encontros e sociedades, associações benéficas e espiritualizadas, dissolve e regenera dificuldades nas relações.
- Libra/Balança – Ampliação da carreira, resultados dos investimentos na profissão. Promoção e reconhecimento. Na área financeira será tempo de estruturar e sanar dívidas e ter controle das finanças. Para quem trabalha na área da saúde será tempo de muitas surpresas, mudanças inesperadas acontecerão. No geral curas e evolução no dia a dia.
- Escorpião – Evolução da mente superior, grandes viagens e estudos em alto nível, pós- graduação, doutorados e defesa de tese tem neste momento um grande benefício. Expressão artística destaque para a mediunidade e percepção extra-sensorial. Pode ser um momento de superar bloqueios de auto-expressão.  
- Sagitário – Sorte, benefícios, recebimento de heranças ou de bens de forma inesperada. Curas emocionais e encerramento de processos autodestrutivos, superação de carmas. As bases pessoais passam a ser a individualidade, as metas e a realização dos sonhos. Enorme mudança na trajetória da vida tenha fé. 
- Capricórnio – Abertura nas relações sociais e profissionais, o mundo das associações se expande de forma considerável. Maior responsabilidade com os grupos e amadurecimento da filosofia de vida. Ter uma visão mais realista de si e do mundo, admitir falhas e fazer as mudanças necessárias para conseguir se comunicar melhor e ampliar as amizades e os grupos sociais.
- Aquário – O dia a dia se expande, os trabalhos cotidianos passam a ocupar um maior espaço de tempo. Pode ocorrer a realização de tudo que se vem encaminhando, cuidado com excessos e organizar para não atropelar o ritmo da vida. A carreira passa por uma estruturação pode receber reconhecimento e sucesso profissional. Problemas e dificuldades financeiras serão superados, acontecerão ganhos inesperados e surpreendentes.
Peixes – Haverá uma grande expansão da personalidade e das relações interpessoais. A mente superior amadurece, pode-se ter acesso a conhecimentos atávicos e experiência passadas passam a fazer sentido. Grande evolução espiritual e pessoal, a sensibilidade passa a fazer parte de forma práticas para equilibras às emoções e a mediunidade. Para os que têm, as coisas ficam mais fáceis, para quem não, devem tomar cuidado com falsos mestres e charlatões. Evitar drogas, remédios e álcool, os tratamentos alternativos serão uma ótima opção.

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Vênus em Leão

                                 Vênus em Leão

   Vênus/Afrodite Deusa do Amor, do romance, dos relacionamentos, da diplomacia e do refinamento, estará em Leão de 27 de junho até 16 de agosto de 2013. Em Leão a Vênus exalta o orgulho e o egocentrismo, os romances possam a serem ardentes e apaixonados, mais leais e sinceros.
   A Vênus desperta os atributos leoninos nos deixando atraídos por coisas refinadas, extravagantes, belas e luxuosas. As pessoas ficam mais vaidosas com a forma física e na de vestir. Quando Vênus transita pelo signo de Leão as pessoas tendem a cuidar mais da aparência, melhorar a auto-estima e se mostrarem mais charmosas.
   Há maior intenção de exibir-se, ainda que possa parecer uma atitude frívola e superficial, mas é para atrair as atenções e alimentar o bem estar. Como os leoninos são conhecidos pelo seu bom gosto e atração por coisas nobres e elegantes, Vênus em Leão é altamente benéfica para melhorar nossa imagem e o nosso guarda-roupa, com acessórios sofisticados e brilhantes.
   Favorece investir no embelezamento dos ambientes a nossa volta. Intensifica o senso artístico, o design de moda, estilo de cabelos, moda e modelos fotográficos. Sobressai à vaidade e a soberba e, como há vontade de aparecer e mostrar-se superior, aqui surge um canal para as reais necessidades, que muitas vezes não temos coragem de exteriorizar. Todo o cuidado é pouco para que não nos coloquemos de forma prepotente e presunçosa. Valorizarmos o que temos, e não desperdiçar nossos recursos e dar preferência a investir ou poupar.
   Afetivamente, as pessoas ficam mais seletivas, Vênus em Leão tem olhos para o bom e melhor. Por isso, os relacionamentos se baseando na força, poder e autoridade. As pessoas tendem a apaixonar-se por quem lhe cause admiração, e que possam exibir com orgulho para os outros. Pela paixão, Vênus em Leão é capaz de dedicar um amor generoso, devotado, fiel além de oferecer o melhor si e de sua proteção.
   Uma profunda necessidade de admiração, elogios e tratamento com distinção, só assim sentem-se plenamente amadas. E da mesma forma que podem se deixar inflamar facilmente no fogo da paixão, perder o interesse quando não se conseguir corresponder às altas expectativas. Vênus em um signo de fogo não gosta de ser conquistado, prefere conquistar quem ou o quê lhe interessa.
   Vênus em Leão é amor de fortes paixões, elogios, música, flores e atenção. Muitos romances poderão ser iniciados enquanto Vênus passar pelo signo de Leão, entretanto pode exigir exclusividade, havendo mais ciúme e posse. Também será uma época para brincar, divertir e desenvolver os talentos criativos.
    As mulheres que tem Vênus nesse signo abusam da exuberância e magnetismo para ser o centro das atenções. Adoram se sentir de forma especial e só vai amar a outra pessoa se ela for motivo de orgulho. Seguras de si são generosas, adoram dar presentes e cobre o outro de amor e carinhos. Em troca, o parceiro deve elogiar enaltecer suas atitudes a todo instante. Não resiste a mimos, e a vida a dois precisa ser divertida e glamorosa. Valoriza a fidelidade e não tem problema com relacionamentos longos, pois continua a exercer seu poder de sedução.
   Os homens com esta posição são atraídos por mulheres que possam exibir com orgulho. Homens e mulheres que tem Vênus em Leão são atraídos por pessoas com posições de destaque nos círculos sociais. Bom gosto, boas maneiras e elegância são elementos essenciais do seu amor. As mulheres esperam ser cortejadas em grande estilo e os presentes caros estão na ordem natural das coisas. Na verdade, ambos os sexos são calorosos e românticos.

quarta-feira, 26 de junho de 2013

Mitos e Características dos Signos - Parte III - Sagitário a Peixes

           Mitos e Características dos Signos

                                    Parte III – Sagitário a Peixes

   Durante séculos, as pessoas consultaram astrólogos com questões como: qual é meu destino, como terei sucesso no amor e nos negócios, como ganhar dinheiro, como está a minha saúde? O astrólogo, conhecedor da "linguagem das estrelas", calculava o horóscopo da pessoa, um diagrama composto de símbolos e linhas referentes às localizações planetárias no céu na hora do nascimento, astrologia natal, ou no momento em que a pergunta era feita, astrologia horária, passando então a tratar dessas questões.
  O fato de que um pedaço de papel com alguns rabiscos matemáticos e grifos de formas estranhas possam dar respostas racionais e exatas, esta questão sempre desconcertou as mentes cultas.
   Mesmo assim, a astrologia continua a existir e a prosperar. Hoje, quando a Idade da Razão começa a se integrar na Era da Intuição, a astrologia pode ser compreendida bem melhor pelas mesmas mentes que a desafiaram por tanto tempo, justamente por ser a integração da razão, matemática, frequências orbitais, ciclos, e da intuição, referências simbólicas a mitos e divindades.
Persiste a discussão do por que da Astrologia, mesmo entre seus defensores. De acordo com Jung, os deuses gregos e todos os mitos que os cercam simbolizam o inconsciente coletivo, ou seja, fatores motivacionais profundos que são compartilhados por toda a humanidade. Uma vez que os planetas recebem os nomes desses deuses, carregam em si a influência da simbologia que tais arquétipos possuem. Para Jung, essas realidades simbólicas interagem com os acontecimentos de nossas vidas por meio de um processo chamado sincronicidade, esta seria a razão física para os instrumentos mágicos da Astrologia.
Mitos de Sagitário
Segundo a lenda, Íxion e Dia iriam se casar. Dia era filha de um poderoso e abastado Rei Dioneus. Ambicioso e sem escrúpulos, o noivo matou centenas de convidados queimados com carvão em brasa quando os mesmos dirigiam-se para o banquete no castelo. Como pena por tão medonho crime, Íxion foi exilado da Grécia e condenado a ter uma vida errante, sem destino. Apiedado de tamanho infortúnio, Zeus levou-o para o Olimpo. Este, porém, tentou seduzir a esposa do próprio Zeus, mas que a ele tudo contou. Assim, para vingar-se, Zeus criou uma mulher feita de nuvem à semelhança de Hera, sua esposa.
Íxion como vivia bêbado não observou a artimanha e, da união dos dois nasceu Centauro, uma figura meio humana meio animal e Néfele, a esposa nuvem, desfez-se em prantos. Outros mitos de Sagitário são o de Zeus Pather e Quíron.
Cada um deles tem muito a ver com as pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 22 de novembro e 21 de dezembro, Ascendente em Sagitário e que tem Júpiter como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Sagitário: Visionários, aprecia a expansão sob todos os aspectos, grandes estrategistas procuram formar alianças, estão na eterna busca do conhecimento superior, conseguem ter ampla perspectiva e consciência do que lhes interessa grandes observadores, nada escapa de sua ampla visão. Costumam controlar ao máximo suas emoções, pois ao explodir tendem a fulminar seus adversários, criam facilmente estratégias para reinar absoluto em seu território, impõem firmemente a sua vontade sobre grupos ou comunidades.
   Identificando-se com seu arquétipo, Zeus, no nível psicológico, tem plena consciência do que analisam e do que querem. Assim sendo tem em mãos todo controle, razão, e vontade a seu dispor e que usam em relação a outras pessoas. Agem às vezes de forma a parecerem democráticos, porém a última palavra sempre é a deles. Tem uma forte ligação com a justiça e se empenham de corpo e alma quando envolvidos em uma situação legal. Podem inclusive fazer parte se sindicatos na defesa também do direito alheio e geralmente são excelentes juízes e advogados. Gostam de estabelecer um espaço bem definido e, por isto, muitas vezes se casam e tem filhos.
   Podem ser grandes conquistadores e são dados a paixões repentinas. São extremamente corajosos, pois querem atingir uma meta a qualquer preço. Devem ser patrões, pois, em geral, não são submissos e a função de empregados pode gerar muitos conflitos. Podem ser grandes empresários e, geralmente chefiam as sessões onde trabalham. Quanto a relação paternal ou maternal, tendem a ser permissivos, porém, são bons provedores independente do fruto ser do casamento ou de qualquer outra ligação. Em relação a sua postura, às vezes podem parecer seres superiores com ares de que tudo sabem, podem ser orgulhosos e buscam sempre o poder.
   Ocasionalmente podem desconfiar de seus semelhantes tanto no trabalho como em outras situações. Nestas circunstâncias podem ser difíceis de lidar, pois impedem o bom relacionamento e inclusive a ascensão de seu colega ou familiar. Porém geralmente são bons de coração e até generosos. Muitos chegam a fazer doações de grande soma de dinheiro para sociedades filantrópicas. Mas sempre valorizam sua liberdade e seu espaço. Suas idéias podem ser contestadoras no momento do problema, mas quando o mesmo se desenrola observa-se que o sagitariano detém quase sempre a razão.
   Há dois tipos fundamentais de sagitarianos: o desportista, alegre, descontraído, inseguro em suas relações sociais e, o outro, filósofo, um ser pensante, mais recluso e pouco chegado à vida social. Este busca incessantemente a sabedoria. Podem se tornar muito violentos quando sua natureza animal predomina. Curadores extraordinários, inclusive podem fazer tratamentos usando apenas as mãos.
Símbolo: Centauro
Animais na natureza: Cavalo e Zebra
   Pomona vivia em seu jardim cuidando das flores e das plantas, dedicando todo o seu tempo neste árduo e belo trabalho, mas que a tornava solitária. Ignorava também todos que dela se aproximassem com intenções afetivas.
   Vertumo também era extremamente dedicado ao cultivo de suas terras e cuidava para que as mesmas sempre estivessem bem tratadas. Adorava flores e frutos. Verdumo era apaixonado por Pomona e pensava em tudo para poder conquistá-la, mas temia sua indiferença. Fez várias tentativas para aproximar-se da amada, todas infrutíferas. Resolveu então transformar-se em ceifeiro, após em lavrador, em vinheiro e, por fim numa velha senhora. Usando destas artimanhas, Verdumo foi-se declarando até que resolveu mostrar sua verdadeira identidade. Aí, quando Pomona viu seu rosto iluminado pelos raios de sol, apaixonou-se também pelo rei da Etrúria e os dois puderam unir-se pelos laços do amor e do matrimônio. Outros mitos de Capricórnio são o de Cronos, o de Pã, Sátiros, Faunos e Bodhisatwa.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 22 de dezembro e 20 de janeiro, Ascendente em Capricórnio, e tem Saturno como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Capricórnio: Perseverança, paciência, obstinação, usa toda sua força para atingir um objetivo, lida muito bem com o setor público de um modo geral, conhece seus limites, tem grande admiração pela figura paterna a quem reserva um espaço importante em sua vida, embora a relação em si seja difícil. As mulheres, por sua vez idealizam a figura paterna em seus companheiros. Outra situação freqüente na vida do capricorniano é que tem que assumir responsabilidades muito cedo na vida, são pessoas que definem perfeitamente o tempo, necessário para realizar uma tarefa, os limites e a simetria das coisas e circunstâncias. A figura do pai é tão dominante que esta relação se estende às grandes instituições onde o capricorniano ocupa posições de poder, por entender bem o sistema.
   Relacionado também à tradição e a cultura de um modo geral. Podem violentar seus sentimentos em benefício de sua ascensão social e profissional, conhece a hierarquia como ninguém. Não aceitam facilmente aquilo que não é convencional, acadêmico ou tradicional, só compartilham daquilo que pode ser aceito socialmente e tem aplicação prática. Muitas vezes para garantir seu lugar e suas obras, é capaz de tentar até paralisar o progresso daquela região.
   Muitas vezes impõem aos filhos suas profissões e, às filhas, os maridos a quem devem contrair matrimônio. Mais ligado a parte material e financeira da vida, não dão muita importância ao lado afetivo. Por isto podem ser vistos como frios e pouco sensuais. Existe naturalmente outro grupo de capricornianos que tem outro temperamento, são voluptuosos, satíricos e podem ter até um traço de crueldade em seus relacionamentos. São especialmente organizados e necessitam de grande estabilidade, tem método, mas pode cristalizar sua capacidade psíquica e até sua criatividade o que se traduz numa aparência de mais velhos de idade do que realmente são.
   Tem necessidade de isolamento e reagem ao novo desejando manter sempre o status quo. Realistas, exibem ação objetiva e concreta, não sendo nada sonhadores. Mostram a todos a importância da experiência adquirida e da conquista das coisas através do trabalho árduo e seguro. Paradoxalmente são os que mais cobram a si a ação do tempo na realização das coisas. Por incrível que pareça cabe ao signo de capricórnio a regência sobre a dança onde atributos como a autodisciplina, treino constante, paciência e perseverança, são requisitos fundamentais para o profissional bem sucedido.
   Os capricornianos são muito leais e cumpridores a risca de seus compromissos. Quando envolvidos emocionalmente com alguém são capazes de enfrentar toda a sorte de vicissitudes para proteger o relacionamento garantindo sua segurança e estabilidade. Nestes casos são gentis e amáveis. São grandes admiradores dos ciclos da vida, admiram as plantas, flores e frutos. Adoram os dias frios e cinzentos, bem como as chuvas.
Símbolo: Cabra montês
Animais na natureza: Bode, Girafa e Pinguim
   Estamos na idade do bronze. Muita coisa estava acontecendo: guerras, injustiças e toda a sorte de crimes comuns e até hediondos. A vida humana era considerada miserável e dolorosa de ser vivida. Zeus então resolveu acabar com tudo julgando que nenhum homem era merecedor da proteção de quaisquer dos deuses do Olimpo. Pensando assim, Zeus determinou que se fizesse o dilúvio. Sabendo do que estava para acontecer, Prometeu avisou a seu filho Deucalião e o orientou para construir uma grande arca. Nela seriam colocadas a esposa, os familiares e as provisões necessárias.
   Choveu intensamente durante nove dias e nove noites. O planeta todo transbordava em água e a arca de Deucalião foi até o Monte Parnaso, um dos locais não invadidos pelas águas. Desembarcaram em terra firme e imediatamente ofereceram um sacrifício a Zeus em agradecimento por suas vidas, aparentemente as únicas que restaram no planeta Terra. Porém à medida que as águas foram descendo, o casal entristecido via animais e pessoas mortas. Desesperados, pediram a Zeus que a raça humana fosse reconstituída.
Assim, foram orientados a jogarem pedras para trás. Cada pedra que Deucalião jogava, transformava-se em um homem e as pedras de sua esposa, em mulheres. A Terra foi então repovoada, porém pouco depois o homem voltou a apresentar os mesmos padrões de comportamento e nunca houve mais paz. Outros mitos de Aquário: Urano e Prometeu.
   Cada um deles tem muita das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 21 de janeiro e 19 de fevereiro, Ascendente em Aquário e que tem Saturno ou Urano como planetas importantes no Mapa Natal.
Características de Aquário: Radical, original, intempestivo, fixa-se em idéias ou em uma ideologia, gostam de olhar o céu e contemplar o firmamento, são utópicos e podem apresentar grande dificuldade em lidar com a rotina do dia a dia. Devem aprender a contemporizar, suas vidas estão sempre se remodelando e estruturas obsoletas são substituídas pelas novas, normalmente repudiam o animalesco, o primitivo, tem grande instinto civilizador num sentido gregário, pois os aquarianos sentem-se confortáveis na criação de grupos. Porém, apesar de estar sempre voltado para a comunidade, para os grupos, é extremamente individualista. Muitas vezes são subtraídos de seus cargos ou do seio de uma comunidade em que representam um papel importante. Apesar de sentirem-se mutilados com a velocidade com que as coisas acontecem é porque lhes está destinada uma nova função, com novas oportunidades, novos caminhos.  Como detém em si a mudança do status-quo, são tidos como rebeldes, revolucionários e anarquistas, muitos inventores e artistas estão em grande número dentre os aquarianos. Rompem fronteiras, não aceitam limites, buscam a verdade, são científicos e intelectuais. Tem muitas vezes uma criatividade compulsiva e preocupam-se com a fidelidade, lealdade e confiança. A amizade lhes é importante, pois é com os amigos que compartilham suas idéias. Às vezes, os aquarianos têm a sensação de não pertencerem ao planeta terra ou a esta dimensão. Acham que tem uma missão, mas nem sempre tem consciência de qual seja, são extremamente apegados a liberdade e defendem com tenacidade suas idéias. Pode usar de sua rebeldia para favorecer a coletividade.
   Todo trabalho desenvolvido pelo aquariano é voltado para a sociedade, porém deve ser realizado de uma forma isolada. A psicologia, a assistência social o campo das invenções e até mesmo a Astrologia são campos que muito interessam a todos os aquarianos de um modo geral. É um grande questionador inclusive da autoridade alheia. Tem ânsia de expandir seus conhecimentos e divulgar amplamente suas idéias. A maioria das vezes não é compreendida por ter idéias futuristas. Igualmente importante está a sua boa vontade para com todos de um modo geral e não particular, seu amor a humanidade como um todo. Tem esperança no aperfeiçoamento do ser humano e na evolução da espécie. Busca a igualdade e a fraternidade e vive o eterno dilema do ser único versus a coletividade.
Símbolo: O Aguadeiro
Elemento da natureza: Furacão
   Existem várias versões para o mito das sereias. A princípio acreditava-se que havia apenas dois exemplares. Partênope e Lígia. Versões posteriores acrescentam Leucósia como o terceiro elemento. Uma tocava lira, outra cantava e a terceira tocava flauta. Eram jovens de uma beleza sem par e integravam o cortejo da misteriosa Perséfone. Quando Hades, o deus dos infernos raptou Perséfone, as sereias pediram aos deuses asas para que pudessem procurar sua ama em todos os lugares. Há uma versão que Deméter, a mãe de Perséfone, irada com seu rapto, subtraiu as asas das sereias e transformou-as em monstros.
   Outra versão conta que Afrodite enciumada com a beleza de suas concorrentes, transformou-as em sereias, ou seja, metade mulheres e da cintura para baixo, peixe, para que nunca pudessem vir a usufruir dos prazeres do corpo.
   Como empregadas de Perséfone, agora a rainha dos infernos, as sereias estavam encarregadas de levar as almas para sua senhora. Ficavam numa ilha do Mediterrâneo aguardando a passagem de barcos com pescadores e marinheiros para depois de enfeitiçá-los com sua beleza e cânticos, as vítimas sucumbissem e, então cumpririam a missão de levar-lhes as almas.
   Numa outra versão a sereia se apaixona por um jovem ingênuo, os dois compartilhavam de mundos completamente diferentes, mas para poderem ficar juntos, a sereia depois de analisar todo o sacrifício que deveria fazer propõe ao jovem algumas condições. Este não poderia perguntar-lhe o verdadeiro nome, não poderia abrir uma caixinha dourada que a mesma guardava em seu armário e nem entrar no quarto dela numa determinada hora. Estas condições só foram respeitadas temporariamente e, transgredindo as solicitações seja por simples curiosidade seja por desrespeito, o encanto quebrou-se e os dois não puderam mais conviver juntos e a sereia partiu para sempre deixando o jovem desolado.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 20 de fevereiro e 20 de março, Ascendente em Peixes ou que tem Netuno como planeta importante no Mapa Natal. Outros mitos importantes de Peixes são o de Poseidon, o de Tifão e o de Dionísio.
Características de Peixes: Secretos, misteriosos, difíceis de entender, ora alegres, ora tristes, paradoxais, enigmáticos, complexos, apresentam diversas faces para o mundo, conseguem penetrar profundamente no mundo das emoções. As emoções, no entanto quanto mais profundas muitas vezes passam a ter características nebulosas. Muitos conseguem contatar as profundezas do inconsciente. Muitos poetas, romancistas, compositores, músicos e até psicoterapeutas tem este tipo de experiência. Podem até traduzir sentimentos do inconsciente coletivo. Os piscianos são imprevisíveis e tem recursos interiores ilimitados. Podem ter reações intempestivas, oscilarem de um extremo emocional a outro sem razão aparente. Podem ter o hábito de comerem muito e, outros, praticarem jejum para se purificarem. Tem facilidades para meditar e encontrar muitas das respostas às suas complexas questões através deste meio. Tem imaginação criativa e grande inspiração. Muitos vivem num mundo próprio, a parte, e tem dificuldades para se adaptarem ao mundo concreto das formas. Tem uma grande compaixão estendendo-se até aos animais de qualquer espécie. Tem uma grande ligação com as crianças que pode se der através de suas fantasias como também devido à facilidade que tem de se adaptarem e de criarem.
   Porém, quando se trata da educação de seus filhos tendem a delegar responsabilidade para seus cônjuges. São generosos e defendem sua prole contra qualquer animosidade externa que os ameace. Na relação amorosa não tem limites e muitas vezes assustam a pessoa amada com a imensidão de seus sentimentos sem barreiras. Podem apresentar o lado violento de suas reações emocionais que geram muitos desentendimentos. Às vezes os piscianos projetam suas emoções e conteúdos inconscientes nos outros no sentido de organizarem o mundo caótico em que vivem.
   Muitas vezes projetam para se livrarem de coisas que não conseguem por outros meios. Este signo também está muito relacionado ao cinema, a fotografia, aos perfumes, ao carnaval e a todos os tipos de imagens projetadas. Podem se desvincular da realidade do dia a dia que pode parecer-lhes dolorosa e aí encontrarmos os viciados, alcoólatras, marginais, mendigos, usuários de drogas e psicopatas.
   O signo de Peixes também nos ensina a usar de forma construtiva nossas intuições, e a buscar a cura através dos sonhos. São grandes curadores e conselheiros. Entendem os sacrificados que como eles também se sacrificam e sofrem. Cabe a eles traduzir a complexidade universal. Pode ser através da física como Einstein ou ajudando a muitos desesperados, doentes e sem rumo como o grande médium Edgar Cayce. São visionários, grandes artistas, excepcionais místicos. São os grandes magos do Zodíaco.
Símbolo: Peixes
Animais na natureza: Golfinho e Baleia

Pesquisa: Ariel Guttman e Kenneth Johnson - Astrologia & Mitologia

- Astrologia e o Pensamento Simbólico:http://migre.me/f9Yxt

terça-feira, 25 de junho de 2013

Mitos e Características dos Signos - Parte II - Leão a Escorpião

             Mitos e Características dos Signos

                       Parte II - Leão a Escorpião

   Durante séculos, as pessoas consultaram astrólogos com questões como: qual é meu destino, como terei sucesso no amor e nos negócios, como ganhar dinheiro, como está a minha saúde? O astrólogo, conhecedor da "linguagem das estrelas", calculava o horóscopo da pessoa, um diagrama composto de símbolos e linhas referentes às localizações planetárias no céu na hora do nascimento, astrologia natal, ou no momento em que a pergunta era feita, astrologia horária, passando então a tratar dessas questões.
   O fato de que um pedaço de papel com alguns rabiscos matemáticos e grifos de formas estranhas possam dar respostas racionais e exatas, esta questão sempre desconcertou as mentes cultas.  Mesmo assim, a astrologia continua a existir e a prosperar. Hoje, quando a Idade da Razão começa a se integrar na Era da Intuição, a astrologia pode ser compreendida bem melhor pelas mesmas mentes que a desafiaram por tanto tempo, justamente por ser a integração da razão, matemática, frequências orbitais, ciclos, e da intuição, referências simbólicas a mitos e divindades.
   Persiste a discussão do por que da astrologia, mesmo entre seus defensores. De acordo com Jung, os deuses gregos e todos os mitos que os cercam simbolizam o inconsciente coletivo, ou seja, fatores motivacionais profundos que são compartilhados por toda a humanidade. Uma vez que os planetas recebem os nomes desses deuses, carregam em si a influência da simbologia que tais arquétipos possuem. Para Jung, essas realidades simbólicas interagem com os acontecimentos de nossas vidas por meio de um processo chamado sincronicidade, esta seria a razão física para os instrumentos mágicos da Astrologia.
   Héracles, também conhecido como Hércules, para purificar-se depois de ter matado seus filhos e sobrinhos, após uma crise de loucura, teve que ser submetido a uma dura prova, realizar com sucesso doze trabalhos.
   O primeiro deles era o de capturar um feroz leão que se escondia no bosque de Neméia. O animal devorava todos sem piedade. Inicialmente, Héracles usou arco e flecha que nem sequer arranharam o animal. Em seguida usou uma espada de chumbo e, após tentou encurralá-lo com uma clava. De nada adiantou, foi aí que decidiu partir para a briga corpo a corpo com a fera.
   Prestes a ser vencido, Héracles descobriu que o pescoço do leão era seu ponto fraco e estrangulou-o até a morte. Simbolicamente para usar a força de sua vítima, Héracles guardou as garras, a pele e a cabeça da fera. Outros mitos importantes de Leão são o de Ônfale e Narciso.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 22 de julho e 22 de agosto, Ascendente em Leão e que tem o Sol como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Leão: Auto-expressão criativa, amor a vida, benevolência, humor, afetividade, autoridade, autoconfiança, força interior, natureza pacífica, não costumam guardar ressentimentos, magnanimidade, sabem perdoar, Possuem grandes corações, vaidosos, podem deixar-se seduzir pelos brilhos, amorosos, calorosos, gostam de crianças e, sobretudo de brincar com elas. Podem ser muito permissivos, gostam de brilhar, quando irados perdem o controle de suas emoções podendo destruir tudo que construíram, mas em geral conseguem se distanciar de suas emoções e vir às coisas com racionalidade. Sabem lidar com a sua dor e a dos outros, definem metas.
   São realizadores, legisladores, suas conquistas em geral são públicas, podem não ter consciência de todos os seus dons, imprimem sua marca pessoal em tudo que fazem, podem ser racionais, lógicos, filósofos, valorizam muito sua própria imagem, podem dar mais valor ao exterior que a essência, pode gerar sentimentos de insegurança no parceiro devido a seu egocentrismo. Muito preocupados com sua prole fazendo parecer dispensável a presença do outro parceiro, ótimos provedores, são magnéticos, extrovertidos, alegres, mas podem ser rudes e até cruéis.
   Tem dificuldades para lidar com o fracasso, sempre estão em busca de conquistar objetivos, quando amam gostam de homenagear seus eleitos, podem usar o poder como arma de vingança quando se sentem traídos. Extremistas em suas escolhas, ingênuos, amigos e leais, conservadores e defensores da boa moral, quando artistas são sublimes buscando a beleza e a perfeição nos traços de suas artes, bem como fazem grande uso de sua criatividade.
Símbolo: Leão.
Podem ser representados na natureza como uma fogueira.
Outros animais: Tigre, Jaguar e Pavão
   Existe outra versão dada pelos egípcios ao mito de Hermes. Ele, como intermediário entre Deuses e homens se encaixa mais com o aspecto geminiano, porém como escriba do Deus Horus, egípcio, se coaduna com a natureza virginiana.
   Sob esta perspectiva, Mercúrio/Thoth era um grande mago com poderosos poderes de cura. Podia, inclusive, ressuscitar pessoas. Foi considerado o autor intelectual do "Livro dos Mortos" onde inclusive são descritas técnicas para se obter a ressurreição. Freqüentemente o estado de saúde era restaurado pela utilização de frases mágicas aplicada ao Chackra da garganta do sofredor, versado também em Astrologia, Astronomia e Artes Mágicas. Outros mitos importantes de Virgem são o de Hefestos, Héstia e Asclépio.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 23 de agosto e 22 de setembro, Ascendente em Virgem e que tem Mercúrio como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Virgem: Organização, discernimento, crítica, busca pela perfeição com aplicação prática, paciente, cônscio de seus deveres, metódico, humilde, subserviente, racional, contatar com a nossa realidade, nossos defeitos e limites, repressão de sentimentos, que podem explodir repentinamente, contenção de sentimentos, impulso para trabalhar para esquecer problemas emocionais, dificuldade para abrir-se emocionalmente. Internalizam as emoções na construção objetiva das coisas, habilidade manual, destreza, precisão, produz coisas que tenham utilidade, tende a introjetar ressentimentos, age de forma oculta, tendem a se menosprezar, podem se sentir rejeitado pela família e pela comunidade.
   São prestativos, perfeccionistas, geralmente são solitários, interesses voltados para máquinas e objetos, podem ter a sensação de serem "peixes fora d'água", inseguros e exigentes quanto a auto-imagem, procuram desenvolver o melhor de si, valorizam o silêncio, seus próprios recursos, a rotina, detalhistas, meticulosos, perseguidores da verdade, evitam chamar a atenção sobre si mesmos, realistas, podem repetir várias vezes o mesmo trabalho até ter a sensação de estar perfeito, encontram paz interior quando realizam tarefas domésticas, procuram manter a ordem, podem se revelar como religiosos em suas rotinas e no anonimato, despego às posses, acontecimentos, não tem ambição, valorizam o poder, educados, auto suficientes, interessam-se por tudo que se relaciona a saúde, plantas medicinais, dietas, gostam de prevenir-se contra doenças, gostam da boa alimentação e de ter hábitos saudáveis, preocupam-se com doenças podendo até chegarem a ser hipocondríacos, são ligados a filantropia, obras de caridade e assistência social.
Símbolo: Esfinge
Animais da natureza: Escaravelho, Esquilo e Castor
   Páris, filho dos Reis de Tróia, Hécuba e Príamo, segundo o oráculo, Páris seria o destruidor de Tróia. Foi então abandonado, após seu nascimento, num monte para que ali morresse. Dias após um pastor encontrou o recém-nascido sendo amamentado por uma ursa. Pegou então o pequeno ser e introduziu-o entre os pastores para que por eles fosse criado. Páris cresceu forte, imponente e zeloso pelo seu rebanho. Numa ocasião ao assistir a luta entre um de seus animais e outro touro, decidiu pela vitória do outro com completa imparcialidade.
Numa outra ocasião coube a Páris escolher entre as três Deusas do Olimpo, a mais bela. Usou de toda diplomacia e astúcia para não ofender a nenhuma delas, porém foi-lhe determinado por Zeus que apenas uma deveria ser a escolhida. Após a análise bem feita, Páris acabou por decidir-se por Afrodite, uma Deusa bela, sedutora e que lhe prometera cumplicidade com a futura esposa Helena. Esta, na verdade, era esposa de Menelau, Páris, ardilosamente usurpou a esposa e os tesouros de Menelau, e que custaram a Menelau a vida e a ruína de Tróia. Foi também em combate que Páris morreu. Este personagem, no entanto, mostrou-se bastante covarde nos embates corpo a corpo o que fez Helena decepcionar-se e finalmente acreditar que não estava diante do herói que ela pensava, do seu par ideal. Outros mitos de Libra são Afrodite, Palas Atena e Hera.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 23 de setembro e 22 de outubro, Ascendente em Libra e que tem Vênus como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Libra: Cooperação, harmonia, busca eterna do equilíbrio, senso ideal da justiça, busca do bom e belo, diplomacia, equilíbrio entre seu eu e o outro, busca da estética, sabem apreciar as artes de um modo geral. Buscam uniões amorosas e não suportam a solidão. Precisam promover reuniões sociais, estar em grupos, não gosta de ver alguém solitário, conseguem manter distância emocional em situações de emergência e acham saídas adequadas quando sob pressão. Não suportam violência e nem sujeira, não gostam de sujar as mãos, tem ideal de justiça bastante elevado que muitas vezes não atinge seu aspecto prático, tem dificuldade para tomar decisões e transferem freqüentemente para os outros, as mulheres habitualmente tem grande admiração por seus pais e casa-se com homens que detém características semelhantes, são leais, devotadas.
   Adoram a vida das cidades onde há novidades, movimento, vida social. Gostam sempre de estar entre as pessoas conversando, trocando idéias, relacionam-se com o sexo oposto sem que tenha que haver um conteúdo erótico. Tem dificuldade para uma troca afetiva mais íntima, são intelectuais, não suportam ser exposta a situação de ridículo, tem tato, habilidade política e estratégia inatas. Desejam no casamento parceria e igualdade e a oportunidade de participar da carreira de seu cônjuge, em troca de tomar conta da casa e dos filhos, gostam de manipular pessoas, exigem o cumprimento do compromisso no casamento, procura sempre manter as aparências mesmo que esteja pululando de ódio. Podem suportar situações bastante desconfortáveis para manter a vida a dois, podem vivenciar o casamento como um jogo de poder.
   Situação dramática pode ocorrer quando há uma simbiose tão grande entre marido e mulher, pode criar-se um clima onde seja acionado o arquétipo de mãe devoradora, tem muita dificuldade de vivenciar o lado lúdico do amor, as mulheres utilizam sedução e as formas indiretas para agir e atingir seus objetivos. Estão na eterna busca do par ideal.
Símbolo: Pratos de uma balança
Elemento da natureza: Brisa
   Entre os doze trabalhos que Héracles (Hércules) deveria realizar o oitavo deles era destruir um terrível monstro que vivia numa caverna dentro de um pântano (a Hidra de Lerna). Na verdade, a Hidra era a guardiã dos infernos. Bastava instilar seu hálito pútrido no local onde aflorava para que perecessem flora e fauna local quase que instantaneamente. Após transcender todos os perigos que o pântano oferecia, Héracles começou a lançar flechas de fogo para que o monstro saísse de sua toca. Porém, o terrível animal era praticamente imbatível, a cada cabeça arrancada duas novas surgiam cheias de um ímpeto mortal.   Surgiu então um caranguejo gigante que mordeu os calcanhares de Héracles mas que foi destruído imediatamente tamanha a ira do herói. Auxiliado por Lolau, armado com ramos flamejantes da floresta que ardia nas proximidades, Héracles ceifava as cabeças da Hidra e Lolau queimava o pescoço impedindo, desta forma, que novas cabeças nascessem. Ao mesmo tempo, desencravou o grande monstro da obscuridade em que se encontrava em direção aos céus, elevou sua horrenda cabeça que começou a murchar lenta e inexoravelmente com o bater dos raios solares. Héracles apoderou-se então do que restou do monstro e guardou como um grande tesouro, enterrando-o sob uma rocha. Outros mitos de Escorpião são o de Hades e o Orestes.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que têm a data de nascimento compreendida entre 23 de outubro e 22 de novembro, Ascendente em Escorpião e que tem Marte ou Plutão importantes no Mapa Natal.
Características de Escorpião: Perspicácia, magnetismo, grande força de vontade, obstinação, capacidade de ver além das aparências, grande riqueza de recursos interiores, coragem, perseverança, busca intensa das transformações ainda que dolorosas. Lidam freqüentemente com desafios que geram dor psicológica, perda de entes queridos de forma abrupta, e perdem coisas valiosas, estímulos que os colocam frente a frente com emoções pouco aceitas socialmente, como a inveja, o ciúme, o "lado sombra" de cada um de nós. O medo, os ressentimentos de um modo geral, as mágoas, a crueldade, estímulo a lembranças dolorosas e até cármicas. Podem viver em reclusão auto-imposta para resolver seus problemas mais íntimos, estudar ou fazer vários tipos de terapias, inclusive às trans-pessoais. Têm capacidade de lidar bem com tudo aquilo que é doloroso para a sociedade de um modo geral como tratar de doentes com câncer em fase terminal, fase final de AIDS e outras doenças dramáticas, as psicopatias são muito bem identificadas e tratadas por terapeutas de Escorpião.
   Podem existir experiências que os aproximem da morte de fato, por isto, sabem lidar muito bem com a fatalidade do dia a dia. São profundos, obsessivos, altamente possessivos, sutilmente manipuladores, tenazes em suas metas, agem por compulsão, são inquietos, insatisfeitos, sofrem mecanismos de repressão interna, têm lembranças dolorosas de fatos passados ou recentes, o amor deste signo se compara a fusão de corpos, a cumplicidade, vivem em uma dialética profunda. Há períodos de separação e se houver uma relação muito primitiva, pode haver detonação de aspectos cruéis da personalidade que podem derivar em ciúme doentio, dominação do parceiro, competição territorial propriamente dita, chegando às raias da falta de escrúpulos.
   A sexualidade é forte e complexa, mas pode levá-lo ao celibato como também a máxima promiscuidade. Busca na relação matrimonial uma situação estável e duradoura. Outra situação comum na vida dos escorpiões são as questões familiares que envolvem vinganças consecutivas, o escorpião primitivo tem a célebre frase: "olho por olho" e "dente por dente".  Há outros níveis de desenvolvimento deste signo que é a serpente com características de personalidade, envolve astúcia e sabedoria, sabendo transmutar como ninguém qualquer situação, tem uma percepção afiadíssima e são altamente intuitivos. Neste signo também estão os grandes curadores e cirurgiões habilidosos.
Outro sentimento muito percebido pelos escorpiões é o sentimento de culpa já que vivem intensamente suas emoções e podem ter dificuldades internas para romper determinados laços.
   Traição, crime, vinganças e inveja fazem parte do submundo, de sentimentos difíceis de serem aceitos pela sociedade de um modo geral, mas que fazem parte da convivência interna deste que é o oitavo signo. As riquezas na forma de herança e as partilhas de um modo geral também são freqüentes e podem levar a diversos problemas inclusive a do não recebimento da parte que toca a um dos herdeiros. De fato, um signo bastante complexo que lida com a luz e as sombras de uma maneira muito intensa e que os deixa prontos e aptos para qualquer armadilha que a vida lhes impuser.
Símbolo: Escorpião
Animal da natureza: Aves de rapina


Pesquisa: Ariel Guttman e Kenneth Johnson - Astrologia & Mitologia

- Astrologia e o Pensamento Simbólico:http://migre.me/f9Yxt

segunda-feira, 24 de junho de 2013

Mitos e Características dos Signos - Parte I - Áries a Caranguejo/Câncer

             Mitos e Características dos Signos

                                  Parte I – Áries a Caranguejo/Câncer

   Durante séculos, as pessoas consultaram astrólogos com questões como: qual é meu destino, como terei sucesso no amor e nos negócios, como ganhar dinheiro, como está a minha saúde? O astrólogo, conhecedor da "linguagem das estrelas", calculava o horóscopo da pessoa, um diagrama composto de símbolos e linhas referentes às localizações planetárias no céu na hora do nascimento, astrologia natal, ou no momento em que a pergunta era feita, astrologia horária, passando então a tratar dessas questões.
   O fato de que um pedaço de papel com alguns rabiscos matemáticos e grifos de formas estranhas possam dar respostas racionais e exatas, esta questão sempre desconcertou as mentes cultas. Mesmo assim, a astrologia continua a existir e a prosperar. Hoje, quando a Idade da Razão começa a se integrar na Era da Intuição, a Astrologia pode ser compreendida bem melhor pelas mesmas mentes que a desafiaram por tanto tempo, justamente por ser a integração da razão, matemática, frequências orbitais, ciclos, intuição, referências simbólicas a mitos e divindades.
   Persiste a discussão do por que da Astrologia, mesmo entre seus defensores. De acordo com Jung, os deuses gregos e todos os mitos que os cercam simbolizam o inconsciente coletivo, ou seja, fatores motivacionais profundos que são compartilhados por toda a humanidade. Uma vez que os planetas recebem os nomes desses deuses, carregam em si a influência da simbologia que tais arquétipos possuem. Para Jung, essas realidades simbólicas interagem com os acontecimentos de nossas vidas por meio de um processo chamado sincronicidade, esta seria a razão física para os instrumentos mágicos da Astrologia.

Mitos de Áries

   Segundo o mito, Ares o Deus da Guerra, filho de Zeus e Hera, desciam do Olimpo em seu carro de fogo.
Os romanos o clamavam como Marte, encarna o espírito da batalha expressando-se através da força bruta. Vivia em Trácia, um país povoado de cavalos selvagens e guerreiros. As Amazonas eram tidas como descendentes de Ares.
   Este Deus impetuoso e audaz não valoriza a ideologia, lutava indiscriminadamente vencendo os obstáculos a qualquer preço. Não tem o senso de justiça aperfeiçoado, estimula uma ação física imediata aos ímpetos emocionais. Vivia intensamente o momento.
   Certamente um virtuoso guerreiro, armado da cabeça aos pés, Ares foi pouco cultuado na Grécia. Tinha poucos templos, sendo um deles na cidade de Esparta. Em Roma, já com nome de Marte, foi inicialmente cultuado como deus agrícola associado às tempestades, mas pouco depois foi tratado como Deus Guerreiro. Tornou-se grandioso na época da expansão romana. Após cada vitória eram realizadas festas em seu nome.
   Como princípio masculino, Ares era um grande conquistador tendo tido muitos filhos, frutos de suas aventuras amorosas. Dedicou-se como amante carinhoso a Afrodite, Deusa do Amor e da Beleza. Da união de Ares e Afrodite nasceram quatro filhos: Amor, Harmonia, Deimos e Fobos. Outros mitos são o de Robin Hood e o de Jasão.
   Cada um deles tem muito das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 21 de março e 20 de abril, Ascendente em Áries e que tem Marte como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Áries: Liderança, iniciativa, coragem, franqueza, às vezes inoportuna, individualidade, energia vital, rapidez, lidam de forma distanciada de suas emoções, desafios, disposição para começar coisas novas, reações intensas e apaixonadas, lutas, amor à vida, dificuldade em observar pela necessidade constante de ação. Tem muita dificuldade em entender as reações dos outros, a relação amorosa costuma ser apaixonada, sensual, liberada, impaciente, pioneira, ingênua e agressiva. Lutam para manter territórios, autêntico, firme decisão, lançam-se aos perigos com a certeza da vitória. Muitas vezes não concluem os desafios.
   As mulheres podem abrir mão de características sociais consideradas femininas para atingirem outros objetivos, sabem viver sozinhas, gostam de estar com os amigos, mas preferem agir sozinhos em seus afazeres. As mães arianas estimulam a independência de suas filhas. Às vezes as atitudes de mulheres arianas assustam os homens. São diretas, francas e não fazem jogos de sedução.
Símbolo: Carneiro
Animal equivalente: Galo

Mitos de Touro

   Afrodite, a nascida das espumas, era filha de uma mistura do sêmen de Urano e da água do mar. Era cultuada em Roma como Vênus, deusa do amor e da beleza. Indolente e caprichosa preferia o prazer ao trabalho árduo. Vingava-se daqueles a quem não conseguia seduzir. Apesar de bela e irresistível, Afrodite foi obrigada a casar com Hefestos. Este era feio e coxo, embora fosse hábil, cobria Afrodite das mais belas jóias e, ainda assim, a bela deusa traiu seu esposo de várias vezes. Seu grande amante foi Ares, com quem gerou quatro filhos: Eros, Deus do Amor, Harmonia, Deimos e Fobos.
   O grande amor de Afrodite foi Adônis que foi entregue a Perséfone para criá-lo. Apaixonada também pelo rapaz, Perséfone contou a Ares da traição de Afrodite. Ares transformaram-se num animal selvagem e quando Adônis saiu para caçar foi atacado e morto pelo amante enciumado. Assim, Afrodite sentiu a mesma dor que impusera a todos os seus amantes, naquele momento em que Adônis morrera.Outros mitos importantes são o de Deméter e o de Teseu.
   Cada um deles tem muitas das características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 21 de abril e 20 de maio, Ascendente em Touro e que tem Vênus como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Touro: Fertilidade, estabilidade, fixação, posse, paciência, reações emocionais violentas frente a perda de suas posses, jogos de sedução, consciência material, impulso sexual profundo, necessidade de ter primeiro a prática para após elaborar o compromisso, a experiência do aqui e agora, o perfume, o toque e todas as sensações são bem percebidas por este signo. Podem agir sem medir as conseqüências de seus atos. Buscam a experiência arquetípica do amor e teimosia.
   O lado sombrio é caracterizado pelo desejo de vingança, são capazes de abrir mão de coisas valiosas em nome do amor, tem liberdade de escolha, pois não se preocupam com a continuidade, são bons anfitriões, tem dotes culinários, gostam de plantar, são tranqüilos, possuem paixão e ciúme pelas posses e pessoas queridas têm necessidade de segurança através dos bens materiais.
Símbolo: Touro

Mitos de Gêmeos

   Exilado na Etólia, Tíndaro, o Rei de Esparta, apaixonou-se por Leda, a filha do Rei. Casaram-se e, na noite de núpcias, Leda foi banhar-se no lago encantando Zeus, o senhor do Olimpo. Este se disfarçou em um belo animal que copulou com Leda, a mesma noite, Leda foi ter com seu esposo tendo sido fecundada então, duas vezes.
   Após meses, foram gerados Pólux e Helena e, Cástor e Clitemnestra. Os dois primeiros foram considerados como filhos de Zeus e, os dois últimos como filhos de Tíndaro. Assim sendo, Pólux era imortal e Cástor semimortal. Na festa de casamento dos sobrinhos de Tíndaro, Pólux e Cástor tentaram raptar as noivas e Cástor foi assassinado. Desesperado com a falta do irmão, Pólux suplicou a Zeus que lhe retirasse a imortalidade para que pudesse encontrar-se novamente com seu irmão. Foi então permitido por Hades, que os gêmeos pudessem alternar a imortalidade podendo ficar juntos algum tempo. Outro mito importante de Gêmeos é o de Hermes.
   Cada um deles tem características das pessoas que tem a data de nascimento compreendida entre 21 de maio e 20 de junho, Ascendente em Gêmeos e que tem Mercúrio como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Gêmeos: Versatilidade, adaptabilidade, curiosidade e esperteza, agilidade e destreza manual, grandes observadores, engenhosos, astutos, prolixidade, persuasão, criatividade, francos, verdadeiros, negociantes, inteligência prática, comunicação, movimento, geniosos, ensino, buscam novas formas de lidar com o estabelecido, aventureiro, jovial, lado etéreo em constante conflito com o racional.
Símbolo: Dois gêmeos
Animais da Natureza: Cavalo
Inseto relacionado: Borboleta

Mitos de Caranguejo/Câncer

   Para combater Hércules em seu oitavo trabalho, o Grande Caranguejo foi enviado para auxiliar a Hidra de Lerna nesta tarefa. Agarrou-se aos tornozelos de Hércules que quase sucumbiu não fora sua vontade de sobreviver. Após tamanho esforço, Hércules destruiu o caranguejo bem como a Hidra.
Este crustáceo foi, então, eternizado na constelação de Câncer. Outros mitos importantes são o de Eurínome e Ofião, Gaia - a Grande Mãe Terra, Artemis e Aquiles.
   Cada um deles têm muito das características das pessoas nascidas entre 21 de junho e 21 de julho, Ascendente em Câncer e que tem a Lua como planeta importante no Mapa Natal.
Características de Câncer: Sensível, introspectivo, complexo, sentimental, maternal, sensitivo, retraído, dificuldade de se libertar da figura materna, estabilidade adquirida pelos sentimentos, enfrentam indiretamente o inimigo, cíclicos, gostam de coisas antigas, recordações, antiguidades, procriação, intuição, libertação através da carreira, imaginação, gostam de colecionar bichos de pelúcia, tem contato com sua criança interior. Quando feridos podem se auto-sabotar, às vezes inseguros diante de suas reais possibilidades, perseverantes, gostam de crianças. Costumam ter boa memória, gostam de plantas e animais e o contato com a floresta refaz suas energias, muito ligados a família, às raízes, aos ancestrais, o sexo pode ter um caráter lúdico que propriamente físico, procuram no companheiro camaradagem, a Grande Mãe.
Símbolo: Caranguejo




Pesquisa: Ariel Guttman e Kenneth Johnson - Astrologia & Mitologia

- Astrologia e o Pensamento Simbólico:http://migre.me/f9Yxt

sábado, 22 de junho de 2013

Pedras e Astrologia

                            Pedras e Astrologia

   As Pedras despertam o interesse dos homens desde a antiguidade. Através dos séculos foram utilizadas como adornos, instrumentos de prevenção e cura de doenças, talismãs e amuletos de proteção. Existem diversas bibliografias sobre as pedras preciosas, trazem descrição detalhada de suas propriedades curativas e mágicas.
   As Gemas foram atribuídas, por civilizações antigas como na Índia e Babilônia, poderes mágicos. Como o passar do tempo, astrólogos associaram as pedras aos doze signos do zodíaco.
   O livro The Book of Talismans, Amulets and Zodiacal Gems (1922), do casal William Thomas Pavitt e Kate Pavitt, traz suas pesquisas nas Mitologias Hindus, Judaicas, Chinesas, Egípcias, Romanas, Gnósticas e Cristãs para compor o livro. Segundo eles as pedras que se relacionam com os signos são:
- Áries/Carneiro – Diamante – Age na espiritualidade, nos problemas sexuais, proteção, coragem, paz, reconciliação, cura e força.
- Touro – Safira - Sensitividade, amor, meditação, paz, magia defensiva, cura, poder e dinheiro.
- Gêmeos – Ágata Azul: Proteção, amizade, justiça e calmante. Ágata Dendrita: Afasta os obstáculos e nos dá determinação. Ágata de Fogo: Pedra de proteção, amizade, justiça e vitalidade.
- Caranguejo/Câncer – Esmeralda - Amor, dinheiro, poderes mentais, sensitividade, proteção, exorcismo, visão, rejuvenesce e protege os viajantes
- Leão – Crisólita - Diz-se que incrustada em ouro, dissipa os terrores da noite. Sua reputação de espantar espíritos malignos, provavelmente deve-se em parte à sua associação com o Sol, cujos raios de vida dispersam os poderes da escuridão.
-Virgem – Cornalina - Proteção, paz, eloquência, cura, coragem, energia sexual, vitalidade, alegria de viver, combate a depressão.
- Libra – Opala - Projeção astral, sensitividade, beleza, dinheiro, sorte e poder
- Escorpião – Água Marinha - Sensitividade, paz, coragem, purificação, saber e ritual mágico.
- Sagitário – Topázio - Proteção, cura, perda de peso, dinheiro e amor. É a pedra correspondente ao 2º Raio, Raio da Sabedoria e Iluminação, esta pedra conduz alegria, bons sentimentos e uma captação de sabedoria incrível, traz a paz para quem a tem e muita felicidade.
- Capricórnio – Rubi - Riqueza, proteção, poder, alegria, é anti pesadelos.
- Aquário – Granada - Cura, proteção, força, amplifica os desejos, as emoções, a vitalidade, a criatividade, a ousadia e a coragem
- Peixes – Ametistas - Sonhos, alcoolismo, cura, sensitividade, paz, amor, protege de ladrões, trás coragem e felicidade.É a pedra correspondente ao 7º Raio, da Libertação e Transmutação, é uma pedra de proteção e limpeza extremamente forte, tem um grande contacto com o chakra frontal e com a mediunidade.
Dias da Semana e as pedras:
Segunda-feira – O planeta regente é a Lua e a pedra a Pedra da Lua. Absorve energia da Lua, acalma a mente e está relacionada com as emoções humanas.
Utilizada contra stress e depressões. Serve para nos proteger contra tendências autodestrutivas. Ajuda aos homens a atrair o elemento feminino, assim como outorga um imenso poder de sedução.
Terça-feira – O planeta regente é Marte e a pedra o Rubi. Auxilia na concentração e dá força mental. Fortalece o coração, trabalha com o sangue e a circulação.
Quarta-feira – O planeta regente é Mercúrio e a pedra a Esmeralda. Suas intensas vibrações equilibram e purificam todos os sistemas. Revigora os idosos.
Quinta-feira – O planeta regente é Júpiter e a pedra o Quartzo Azul. Auxilia o desenvolvimento da paciência, tolerância e compaixão. É calmante, anti-inflamatório e regula os hormônios. Útil contra o desconforto no período menstrual. Favorece as relações e a expressão, estimula o comportamento casual e espontâneo.
Sexta-feira – O planeta regente é Vênus e a pedra o Quartzo Rosa. O rosa é suave e calmante desta pedra, serve para curar mágoas acumuladas pelo coração. Dissolve a carga acumulada que reprimem a capacidade de dar e receber amor. Emana uma energia que substitui as tristezas, temores e ressentimentos, e revolve os problemas emocionais.
Sábado – O planeta regente é Saturno e a pedra Ônix. Suaviza o medo e é benéfica para pessoas distraídas. Na saúde beneficia o coração.
Domingo – O planeta regente é o Sol e a pedra Citrina ou Quartzo Citrino. Excelente pedra de cura, também conhecida como a pedra dos curadores. Pedra muito poderosa absorve a negatividade, alinha os corpos sutis e nunca tem que ser limpa. Ajuda as pessoas com tendências autodestrutivas, suicidas, de fraqueza mental, melhora a digestão e trabalha o sistema circulatório. É utilizada para atrair negócios, ajuda a clarear os pensamentos e concede um sentimento de boa-disposição e de alegria. É a pedra do sucesso em todos os caminhos da vida. E associada a bons negócios e a prosperidade.
   O elemento das pedras é a Terra, presidido pelos Gnomos, responsáveis pelos reinos animal, vegetal e mineral. Elemento dinamizador que atua para que a humanidade tenha harmonia material, e desenvolva suas atividades espirituais. Podemos usar de forma ritual as pedras para fazer contato com estes elementais, entrar em contato com nossas possibilidades e pedir interferência. Sempre de forma consciente, informada e respeitosa.

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Signos, Elementos e os Elementais

          Signos, Elementos e os Elementais

   Os Elementais são seres que habitam a Terra, na barreira entre o espírito e a matéria. Vivem na Natureza, junto dos seus elementos naturais, em reinos com organização própria. São estes seres que estão encarregues de zelar pela natureza e fazer com que ela viva em harmonia e equilíbrio.
   Apesar de estarem hierarquicamente abaixo dos Anjos, desempenham um papel importantíssimo para o bem-estar da humanidade, porque é através deles que a ordem se mantém. O nome Elemental significa “Espírito Divino”, são os espíritos da natureza.
   Por interferência dos Seres de Luz, o divino concedeu a três Reinos, paralelamente, a oportunidade de evolução, que são: Elemental, Angelical e Humano.
  A história nos conta sobre os seres Elementais, desde a mais remota antiguidade, todas culturas nos  legaram inúmeros relatos a respeito deles.
   No início, na Terra, os seres da natureza foram encarregados de cada elemento, cuidaram para que tudo fosse feito com exatidão e ordem:
- A Terra ainda numa massa de gases de matéria incandescente radioativa, coube aos Elementais do Fogo executar seu trabalho.
- Na época dos grandes ventos, os Elementais do Ar, zelaram pela evolução desses gases de modo a tornar o ambiente apto a receber formas de vida.
- Quando esses gases se precipitaram sobre a água, os Elementais da Água modificaram o aspecto denso desse líquido.
- Então, iniciou-se a solidificação, surgindo aos poucos os continentes que foram fertilizados pelos Elementais da Terra.
   Os Elementais são os dinamizadores das energias das formas e integram-se aos Elementos da Natureza: Terra, Ar, Fogo e Água.
   O elemento Terra é presidido pelos Gnomos, responsáveis pelos reinos animal, vegetal e mineral. Vivem nos bosques e florestas e cuidam das árvores, plantas e flores, dos animais e das rochas, cristais e pedras. Esse elemento e seus dinamizadores trabalham para que a humanidade tenha corpos perfeitos, e possam desenvolver suas atividades espirituais a nível cósmico. A ação qualificadora destes seres é representada por vulcões e terremotos. No nosso corpo, este elemento é representado pelos sais minerais.
   Livres da ganância nos aproximamos dos Seres da Terra. Trabalhando com a Terra temos: Gnomo, Duende, Dríade, Elfo, Pã, Curupira e Saci.
Dirigentes do Elemento Terra: Pelleur e Virgo.
   O elemento Ar é presidido pelos Silfos que são os Elementais mais parecidos com os Anjos, trabalhando muitas vezes em parceria com eles. Governam a força criadora do ar, o vento, as brisas e a temperatura atmosférica. São dos seres mais indispensáveis na Natureza, porque sem a sua intercepção, nenhum ser vivo sobreviveria. Uma das espécies de Silfos mais conhecidas são as Fadas, que embora pertençam a esta categoria, são espiritualmente mais desenvolvidas. Esse elemento e seus dinamizadores são de extrema importância para a manutenção da vida no plano físico, sem o Ar, o ser humano não pode sobreviver. A atividade benéfica dos Seres do Ar é sentida na brisa, no impulso dos barcos, navios e aviões. Sua atividade qualificadora está nos furacões, ciclones, tempestades. No corpo do homem o ar está na respiração, no alento divino.
   Com a constância, o homem aproxima-se dos seres do Ar. Trabalhando com o Ar temos: Silfo, Sílfide, Íris (Grécia), Indra (Índia), Bórea (Grécia).
Dirigentes do Elemento Ar: Thor e Áries
   O elemento Fogo é presidido pelas Salamandras, que são responsáveis pela luz e calor. Através do fogo ajudam a limpar e harmonizar o ambiente e são responsáveis pela regeneração dos tecidos. Esse elemento, e todos os seres que habitam o mesmo, representam a maior força possível, uma vez que é a expressão do próprio Fogo Sagrado de onde provêm as várias chamas atuantes no universo. A ação qualificadora deste elemento provém das atividades vulcânicas e grandes queimadas. No corpo humano, esse elemento funciona através da temperatura, expressões emotivas e psíquicas.
   Dominando as paixões, o ser humano aproxima-se desses seres. Trabalhando com o Fogo temos: Salamandra, Njami (Sibéria), Ucha (Índia) Boitatá.
Dirigentes do Elemento Fogo: Hélios e Vesta.
   O elemento Água é presidido pelas Ondinas que habitam locais onde haja água, quer seja em fontes, nos rios, no mar ou na água da chuva. Protege o amor e tudo o que estiver ligado ao emocional. São estes Elementais que promovem o equilíbrio no reino aquático. Este elemento e os seres que fazem parte dele estão relacionados ao nosso corpo emocional, tendo a função de depurá-lo. No plano físico, são grandes agentes de purificação da atmosfera e principalmente na agricultura. Sua ação qualificadora é demonstrada em enchentes, maremotos etc. No corpo humano, o elemento líquido representa 70% do seu volume.
   Livres das fraquezas, através da firmeza, nos aproximaram dos Seres da Água.
Trabalhando com a água temos: Ondina, Nereida, Sereia, Naiade (Grécia), Uiara, Mãe D’água.
Dirigentes do Elemento Água: Netuno e Lunara
   Além dos quatro elementos, perceptível para todos os seres vivos existe ainda um quinto elemento, chamado Éter, que corresponde a um meio sutil, que praticamente ninguém conhece. Etimologicamente, a palavra Éter deriva do grego aithér, e designa um espaço etéreo que envolve a atmosfera terrestre. Este reino é o responsável por todas as coisas belas, subtis e imperceptíveis que povoam a vida das pessoas e sobre as quais não há explicação. Os seres Elementais são constituídos pelo elemento Éter e por isso, pode-se dizer que está presente em todos os elementos da Natureza.
   Os materialistas não acreditam na existência dos Seres da Natureza alegando não serem visíveis. A invisibilidade desses seres é explicada pelo fato de serem formas etéreas, habitantes de planos energéticos com múltiplas graduações, não perceptíveis aos olhos humanos.
   Observações mostram que os Elementais usam duas formas distintas: corpo astral permanente e um veículo etéreo materializado temporariamente. As ações resultantes do seu trabalho, sim, são visíveis. Como na Comunidade de Findhorn, Escócia, local totalmente imprópria para a agricultura, fez surgir, com sua orientação, flores, verduras, árvores frutíferas etc. Na ocasião, 1962, este fato chamou atenção das autoridades governamentais do país, que mandaram examinar o local. Nos exames foi constatada ausência de qualquer ingrediente químico, e que a terra havia sido enriquecida de forma natural e inteligente.
- Signos da Terra – Touro, Virgem e Capricórnio – Elemental: Gnomo
Tem que encarar o desafio de enfrentar os estímulos energéticos do mundo ao redor.
É importante revigorar a conexão com a energia do Gnomo pessoal andando descalço no barro ou grama. Passar algum tempo junto a plantas e árvores.
- Signos do Ar – Gêmeos, Libra e Aquário – Elemental: Silfo
Nestes predomina a ordem mental e o envolvimento social. Para recarregar o elemento primordial e fortalecer o Silfo pessoal, precisam de ar puro e eletricamente carregado.
Topo de montanha, locais afastados das pessoas, onde o ar é seco e vivificante, é muito bom para recarregar.
- Signos do Fogo – Áries, Leão e Sagitário – Elemental: Salamandras
Necessitam de muito sol e atividades vigorosas para realimentar seus veículos. Devem passar bastante tempo ao ar livre. Lugares onde o sol brilha com força e intensidade são essenciais a sua saúde e ligação com a Salamandra pessoal, bem como com os demais elementos.
- Signos da Água – Câncer, Escorpião e Peixes – Elemental: Ondinas
Nestes predomina o intenso envolvimento emocional. Necessitam da proximidade com a água. A imersão total é o ideal, pois fortalece a Ondina pessoal, uma vez que a água é sua força de equilíbrio.
   Estes seres cuidam da proteção energética de Planetas, Sistemas, Universos e Galáxias, são encarregados também da recepção dos apelos dos seres humanos, energizando-os e elevando-os. Interagindo com os Elementais na evolução do Planeta Terra somos co-criadores universais.

Para aprimorar a compreensão deste texto, aconselho a leitura dos posts: 

Sol em Gêmos, Silfos, Fadas e Paganismo-http://migre.me/f8Nh6
Astrologia e o Pensamento Simbólico-http://migre.me/f8N9n

terça-feira, 18 de junho de 2013

Astrologia e o Pensamento Simbólico

     Astrologia e o Pensamento Simbólico
   Astrologia surgiu nos primórdios da humanidade através da necessidade do homem se relacionar com a natureza e com o grupo, formou seus mitos, signos, ciclos e sistema, que ao longo da história vem contribuindo, qualificando seu estudo e desenvolvimento aplicado através dos tempos.
   Hoje, a interpretação astrológica nada mais é do que aplicar estes estudos milenares a nossa realidade. Usar acontecimentos do passado e o posicionamento dos planetas do Sistema Solar a eles relacionados, prever através da similaridade, para enriquecer e aprimorar nossos comportamentos, pensamentos e metas, além de nos libertar dos limites impostos pelas fronteiras do planeta, ampliando a concepção da nossa existência, nos definindo como partículas cósmicas e universais.  O estudo do simbólico desenvolve o raciocínio e potencializa a inteligência, amplia a capacidade de questionar, interpretar e concluir.
   Para isto acho importante falar sobre o pensamento simbólico, que é um processo de representação mental na qual o indivíduo analisa um determinado modelo concreto, e a partir dele, formula estratégias para a solução de problemas.
   Para isto me reporto a Ernst Cassirer (1874-1945), filósofo alemão do neo kantismo  nasceu em Breslau, hoje Wroclaw, Polônia. Com seus estudos sobre a crítica do conhecimento, foi pensador influente no campo das teorias modernas da hermenêutica e de algumas formas de estruturalismo. Foi professor de Filosofia e reitor na universidade de Hamburgo (1919-1930).    Quando Adolf Hitler tomou o poder na Alemanha, Cassirer exilou-se na Inglaterra, Suécia e Estados Unidos. Foi nos tempos de Hamburgo que concluiu sua obra teórica: “A Filosofia das Formas Simbólicas”.  
   Suas interpretações partem da teoria do conhecimento e da produção de sentidos. Direciona-se para uma crítica das culturas, abordando, desde a linguagem sonora como instrumento simbólico de objetivação dos conceitos, até o mito como uma das formas mais originais e primitivas de mundo. No vol. I trata da produção do conhecimento e da linguagem, instrumento de expressão do “saber”. No vol. II, aborda a linguagem e sua relação com as formas míticas de pensamento. Tomo por base o primeiro volume, a proposta é entender a produção do conhecimento e sua expressão. 
   Ernst Cassirer sustenta que a produção do saber em relação ao mundo objetivo, depende de um processo intelectual ou de uma qualidade especial, que torna o homem um potente produtor de sentidos. Tal qualidade é a capacidade do homem em criar “signos” ou representar simbolicamente tudo aquilo que sua criatividade ou sua intuição produz, em termos de “idéias” ou “conceitos”, a respeito das coisas exteriores que tocam seus sentidos. Chamemos de pensamento simbólico essa capacidade peculiar.
O ato de “simbolizar” ou “representar” por intermédio de “signos” os produtos do pensamento é processo elementar pelo qual o homem produz seu conhecimento. O “ser” ou “objeto” concebido pelo espírito humano é submetido a um processo primordial e universal de construção de sentido, processo que está presente em todos os universos culturais. Uma lei universal de construção do saber, porque todo e qualquer indivíduo, para que consiga compreender ou atribuir sentido ao seu mundo de experiência sensível, sempre dependerá dessa capacidade de criar símbolos, elementos representativos ou “signos” que garantam uma expressividade e uma sistematização lógica para tais objetos do saber. O pensamento simbólico é a base de todo saber criativo.
   Cassirer acreditava que o “mundo humano” divide-se em duas esferas de concepções distintas que, apesar de distintas, são complementares. Tais esferas ligam-se, uma ao plano sensível-material e a outra ao plano espiritual-imaterial. O plano sensível é o plano da experiência dos sentidos com as coisas e objetos da natureza exterior ao homem. O plano espiritual é o plano do intelecto cognitivo, do imaginário, do universo psíquico do homem no qual produz, sistematiza e armazena idéias a respeito das coisas exteriores, ou seja, de seu mundo experimentado sensitivamente. São dois planos que se complementam, um não existe sem o outro. São intrínsecos e fundamentais.
     A interação entre os planos sensível e intelectual, para Cassirer, garante a base fundamental da lei geral de criação de conhecimento e idéias sobre o mundo humano. Uma interação que estimula a criatividade ou capacidade humana de produzir símbolos, representações para as coisas do plano natural da experiência. Essa interação entre os dois planos ocorre no processo de vivência e da atividade social dos indivíduos. A ação cotidiana do homem se define na exploração, investigação e domínio da natureza, ou seja, na busca pelo entendimento a respeito de sua essência. A busca de respostas sobre a essência das coisas do mundo é a motivação do agir do homem. O homem só encontra sentido para sua vida na concepção de sua atividade cotidiana.
   A produção do conhecimento está diretamente ligada à problemática do ser-objeto e sua essência, ou seja, vinculada a uma condição ontológica básica. A definição do “ser”, aquilo que “é” em sua “essência”, está baseada no processo de construção de sentidos, idéias ou conceitos, viabilizada pelo pensamento simbólico. Ao se relacionar com um “objeto do conhecimento”, com o “ser”, o homem apreende-o sensitivamente no plano da experiência, constrói uma ideia ou conceito a respeito daquele objeto experimentado, expresso esse conceito ou ideia por intermédio dos signos ou elementos simbólicos concebidos intelectualmente. O conhecimento só é possível porque o homem é criativo e consegue produzir formas simbólicas de representação das idéias que concebe em relação ao seu mundo.
    Esse sistema “simbólico de representação de idéias e conceitos” sobre as coisas, Cassirer chamará de linguagem. O filósofo entende a linguagem falada como um sistema de signos sonoros, que servem para representar e expressar simbolicamente nossas idéias e concepções, a respeito de tudo o que somos e daquilo que nos cerca. A linguagem falada é o instrumento pelo qual damos sentido à nossa vida cotidiana de experiências e criações objetivas. Tudo o que existe em nosso plano de ação objetiva, cotidiana, “real de fato”, está sujeita aos termos linguísticos e signos sonoros para que sejam interiorizados, pensados ou compreendidos por todos os indivíduos. A linguagem sonora é um sistema de signos convencionado e coletivamente aceito. Todos os indivíduos de uma sociedade, para lidarem com seu conhecimento e com seus conceitos a respeito das coisas, dependerão da linguagem como instrumento de expressão e significação.
   O conceito de linguagem é bastante complexo. Podemos entender como linguagem diversos tipos de elementos ou sistemas simbólicos de representação. Existem três tipos básicos de linguagem:  a sonora, constituída por signos sonoros apreendidos pela audição, a visual, constituída por signos imagéticos captados pela visão e a linguagem tátil, constituídas por signos materiais e sensíveis captados pelo tato. Podemos notar, portanto, que Cassirer trabalha apenas com uma dessas categorias de linguagem, ou seja, a linguagem sonora falada.
   Segundos seu entendimento, a totalidade do conhecimento humano divide-se em quatro categorias ou campos específicos de produção de sentidos. São eles os campos ”ciência”, “mito”, “arte” e “religião”. Em termos linguísticos  Cassirer diz que cada um desses campos produz um conhecimento de mundo pautado em uma condição específica e particular. No entanto, todos esses campos, para que produzam o saber que lhes é peculiar, seguem o mesmo princípio básico, ou lei de representação simbólica. Em outras palavras, qualquer um dos citados campos dependerá de uma linguagem, neste caso da linguagem sonora, para expressar seus conceitos e produtos do intelecto. Contudo, podemos dizer que qualquer um desses campos necessitará de todas as categorias de linguagem simbólica possíveis para expressar e representar seus valores de mundo. Quando juntamos todos os citados campos, totalizando e unificando os saberes neles produzidos, podemos com isso, chamar essa totalidade de cultura.
   Uma cultura é formada pela totalidade dos saberes e objetos produzidos pelo homem e Cassirer acredita que todos os campos citados, ou seja, a ciência, o mito, a arte e a religião, estão no mesmo plano de legitimidade e objetividade de saberes. Nenhum deles é superior ou mais verdadeiro do que outro. Todos estão num mesmo plano de veracidade, objetividade e legitimação simbólicas. O pensamento simbólico do homem trata-se do princípio e da lei comum de produção de sentido,  em qualquer um desses campos do saber. Todos os campos produzem verdades que lhes cabem no plano da “experiência objetiva”. Verdades legitimadas no plano da ação social cotidiana. Verdades, portanto, simbolicamente representadas pelos indivíduos.
   As idéias básicas de Ernst Cassirer são propostas epistemológicas ou teoria do conhecimento, ramo da filosofia que trata da natureza, das origens e da validade do conhecimento, que contribuem com as perspectivas analíticas a respeito da forma com a qual os seres humanos produzem o seu. Segundo Cassirer, compreender o pensamento simbólico do homem é valorizar os produtos culturais, físicos e imaginários que dão sentido à vida dos indivíduos em seu mundo particular. Seja pela linguagem sonora, visual ou tátil, o homem sempre estará expressando e sistematizando simbolicamente seu conhecimento de mundo. A crítica que se faz a respeito desse processo de construção simbólica é também uma crítica da cultura. Observar os valores simbólicos de uma sociedade, seja no campo da religião, da arte, da ciência ou do mito, será sempre um ato de busca pela essência do espírito humano.


REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

CASSIRER, Ernst. A Filosofia das Formas Simbólicas. “Primeira parte: A Linguagem”. São Paulo: Volume 1/2.  Martins Fontes, 2001.

CASSIRER, Ernst. A Filosofia das Formas Simbólicas. “Segunda parte: O Pensamento Mítico”. São Paulo: Volume 2/2.  Martins Fontes, 2004.