Translate

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Júpiter em Câncer e Aspectos de 2013

                Júpiter em Câncer e Aspectos de 2013

   Júpiter ingressa em Câncer no dia 26 de Junho de 2013. Sua passagem por este signo em 1989/90, por exemplo, coincidiu com a independência de muitos países do Leste Europeu e com a unificação das duas Alemanhas.
   Em Câncer Júpiter se encontra exaltado, ou seja, seu melhor posicionamento. Quem tem este posicionamento, no Mapa Natal, são amigáveis e com grande potencial de desenvolvimento do conhecimento, tanto intuitivo quanto acadêmico. Possuem grande senso de humor, boa vontade, generosidade e são extremamente sociáveis e amigáveis.
   Júpiter está associado à sorte e a expansão, Câncer é a base emocional, a família e a capacidade de dar e receber afeto.
   Pelo lado negativo podem ser paralisados pelo medo e pelas inseguranças emocionais, muito carentes e manipuladores.
   Suprir as necessidades dos outros e compartilhar seus talentos e idéias são características deste Júpiter proeminente. Costumam se interessar por filosofia, psicologia e pelas artes dramáticas. Suas idéias costumam ser decorrentes de estudos e experiências pessoais, assimiladas e interpretadas através de suas buscas filosóficas.
   Júpiter está relacionado com a sorte, à fartura e a abundâncias, e assim como o planeta físico que emite mais calor do que absorve do Sol, Júpiter em Câncer tem a possibilidade de ter sua própria fonte interna de abastecimento emocional, riquezas de todas as espécies emanam de um Júpiter exaltado.
   Filósofos e gurus costumam ter um Júpiter proeminente, gostam de pensar e costumam ter muita facilidade com conceitos abstratos. Esta qualidade deve ser de grande valia neste trânsito de um ano pelo signo de Câncer.
   Nesta sua passagem vai fazer aspectos importantes com os planetas exteriores, Urano, Netuno e Plutão e um trígono de água com Saturno em Escorpião.
   A quadratura com Urano entre Junho/Julho/Agosto de 2013 intensifica os estresses emocionais que podem nos levar a ter atitudes extremadas e radicais. Perder o controle das emoções, que serão provocados por acontecimentos sociais inesperados que podem mudar as formas como conduzimos nossas vidas, sob pena de sofres acidentes e obstruções e impedimentos traumáticos.               
   Muitas pessoas podem perdem fortunas sob esta influência, pois há tendência a negócios arriscados e problemas de ordem jurídica.
   O trígono de Júpiter com Netuno em Peixes representa uma ótima oportunidade para experiências espirituais iluminadas e benéficas. Favorece o contato positivo com forças espirituais e a prática de meditação. Abrem-se canais positivos de expressão emocional e artística. Promove a superação de traumas e cria chances de cura psíquica. Todavia, muitos ainda têm dificuldades de vivenciar esta freqüência. Os que vivem apenas a dimensão material da vida, a realidade imediata e aparente podem se sentirem perdidos e recorrerem a falsos mestres espirituais, curandeiros ou as drogas.
   Este aspecto cria um ambiente favorável à caridade e a compaixão. É à hora para superarmos a mesquinhez e nos afeiçoarmos mais ao próximo por meio do amor incondicional e desapegado. Hora de transcender espiritualmente e buscar dentro de nós as nossas verdades mais íntimas e interiores. Júpiter trígono Netuno é pura consciência iluminada, oportunidade de dar mais um passo em direção do que realmente é verdadeiro e valioso em nosso ser. Emoção, inspiração e sentimentos amplificados por Júpiter em harmonia com a transcendência através do amor universal de Netuno em Peixes.
   Fazendo oposição com Plutão em Capricórnio, Júpiter altera as leis, as normas e critérios de instituições, empresas e constituições de países. Altera como se conduz negociações de paz ou declarações de guerra. Espera-se queda ou ascensão de novas lideranças de maneira drástica. Estes planetas estão relacionados com a política e devem potencializar mudanças importantes ao longo de 2013 nesta área, no mundo todo.
   Descobertas importantes na medicina vão ocorrer neste ano, que vem contribuir com a longevidade e a qualidade da vida humana no planeta. Júpiter e Plutão regem a  força pessoal e as forças superiores,  religiosidade e o modo como se produz conhecimento. Planetas de profundidade, cada um ao seu modo, nenhum dos dois pode ser associado a posturas leves, superficiais ou levianas.   
   O trígono de Júpiter em Câncer com Saturno em Escorpião vai colocar lente de aumento nas emoções, na família e na capacidade de gerar e nutrir. Esta energia estabelece e conscientiza, trás a ideia do todo, temos a noção da universalidade dos nossos problemas e soluções. Teremos oportunidades para derrubar muros e limites, perder o medo do outro e ter a noção de que interagir é mais proveitoso do que reagir. Vamos nos expandir de forma sólida e realizar sonhos, nas áreas da vida/casas, em que este aspecto acontece e onde temos Câncer e Escorpião, signos de água e que falam das origens, intuição e da nossa capacidade de doação, poder e transformação profunda e radical.
   Em conjunto estes aspectos podem também trazer muitos problemas, principalmente se formos resistentes as mudanças, ao progresso e a evolução. Quebrar paradigmas, pré- conceitos e idéias pré- estabelecidas, o novo chegando, oxigenando nosso corpo emocional, saúde, casa, família e reciclando formatos e ampliando limites.
   Júpiter, regente de Sagitário e co-regente de Peixes, é o otimismo, o bom humor, a expansão da consciência, o desenvolvimento da visão através do conhecimento e das regras de bom convívio, a ética e as leis. Júpiter representa os códigos sociais que possibilitam o convívio humano justo, que distribuem as benesses e a felicidade idealizada para todos, que elimina a violência, a hipocrisia e o desrespeito. Sagitário é o conhecimento e o raciocínio em alto nível, Peixes o amor transcendental, a evolução espiritual, o fim que prepara os novos começos que se dão em Áries, o senhor das explosões,da penetração e da fecundação de tudo que vive e acontece.