Translate

domingo, 24 de março de 2013

Vênus em Áries e Wicca

                      Vênus em Áries e Wicca

   Apaixonada e independente quem tem este posicionamento da Vênus, Afrodite no Mapa Natal ama com toda a intensidade do amor, esgota, se joga na vida e nas paixões como se não houvesse amanhã. Se a conquista amorosa for fácil perde o interesse e parte para outra, apaixona e desapaixona com muita rapidez. Mulher caçadora se relaciona com o perigo, amazonas, ativa e toma a iniciativa nos relacionamentos.
   Estando no seu exílio em Áries tem grande dificuldade com as atitudes amorosas, precisa refinar as abordagens, delicadeza e gentileza.
   Os homens que tem Vênus em Áries atraem mulheres de atitude e impetuosas na relação afetiva. Mulheres atletas, líderes natas, militares e com grande gosto pela velocidade e lutas marciais. Ambos são de pessoas decididas e que persistem até atingir seus objetivos.
   Quando a Vênus se encontra em trânsito por Áries é tempo de paixões a primeira vista e de curta duração. Estaremos concentrados em encontrar respostas afetivas dentro de nós, buscarmos auto-estima, nossos sonhos e desejos.
   A Deusa do Amor em Áries está em detrimento, rege Touro - os bens materiais e Libra – beleza e relacionamentos, e se encontra desconfortável e nada afável  Em trânsito deixa o astral competitivo e precipitado. Não beneficia investimentos de longo prazo, casamentos, acordos políticos, comerciais, sociedades e tudo que queremos que seja de longa duração.
   Em Áries a Vênus promove a alegria, leveza, gosta de festas e é uma criança espontânea, solta e feliz, gosta de dançar e de se movimentar. Rege a riqueza e gasta por impulso para satisfazer desejos e vontades passageiras. Pode ser um período em que devemos prestar muita atenção nos gastos impensados, para não nos arrepender mais adiante.
   Nesta posição a Deusa da Beleza age de forma extravagante e impulsiva, se comporta como se nada mais houvesse do que o objeto de seu desejo, dias para se jogar naquilo que sonhamos e nos dar uma chance de atingir nossos ideais. Coragem e impulso são qualidades deste posicionamento da Vênus, até mesmo temerária e irresponsável, dependendo de como e em que situação a analisamos.
   Mulher guerreira e feminista, amazonas e aranha viúva negra, força primordial da natureza yin, do tempo em que o patriarcado ainda não tinha sido implantado, poder da vida e da morte exercido pelas mulheres. Podemos interpretar esta Vênus sob a visão Wicca, tradição antiga da bruxaria com raízes pré-cristãs, culto dualista que crê na Mãe Tríplice e no Deus Cornífero, religião matriarcal que cultua a Deusa Mãe, pratica rituais de magia influenciada por cerimônias ancestrais.
   Nesta prática o Deus e a Deusa são vistos como polaridades complementares do universo, existindo um equilíbrio entre um e outro.
   O Deus Cornífero é associado com a natureza selvagem, a sexualidade, a caça e ao ciclo da vida. A Deusa é tríplice, uma Deusa virgem, uma Deusa mãe e uma Deusa anciã.
   A Deusa virgem é a fertilidade e a sabedoria, chamada de Deusa Lua ou Diana a Caçadora – Vênus em Áries é a representação da centelha da vida no útero, sabedoria da vida, impulso primordial, big bang, começo, fim e recomeço de tudo que existe.
   Neste ciclo, que começou em 22 de março até 15 de abril de 2013, a Vênus encontra Urano, Sol e Marte também em Áries, incitando a ousadia e a libertação do obsoleto, eletrifica e modifica atitudes, trás o inesperado e o imponderável para a vida, renovando o entusiasmo e a paixão. Valorização da liberdade, individualidade, respeito pelas diferenças, através da necessidade de ver respeitados seus direitos pessoais e projeta isto para o coletivo.