Translate

domingo, 6 de janeiro de 2013

Trígonos de 2013

        Trígonos de 2013 Júpiter, Saturno, Kíron e Netuno

   A palavra aspecto tem origem latina, aspectu, e significa observar, ver e olhar. Na Astrologia define a relação angular entre um ou mais planetas. São classificados de acordo com os ângulos que formam em conjunção 0°, oposição 180°, trígono 120°, quadratura 90°, sextil 60° e outros chamados aspectos menores. São os dramas, os enredos, poderes e talentos, mostram onde se focalizam as tensões, as paranoias e os pontos fortes e frágeis, explicam porque em determinadas áreas ou períodos a vida flui mais fácil.
   Os trígonos são aspectos considerados positivos e fluídos, determinam talentos, qualidades e um intercâmbio harmônico entre os planetas envolvidos, acontecem via de regra no mesmo elemento. Este é um aspecto que não trás tensões e por isto podemos não aproveitar todo seu potencial. Representa o aprendizado pela experiência, energia que deve ser racionalizada e usada para evoluir.
   Em 2013 teremos trígonos importantes, Saturno em Escorpião com Netuno em Peixes, Júpiter em Câncer com Saturno em Escorpião, Júpiter em Câncer e Kiron em Peixes e Júpiter em Câncer com Netuno em Peixes.
   Pensar o que cada um quer dizer é uma das formas de entrar em contato com estas energias cósmicas. A casa do nosso mapa em que temos os signos envolvidos serão os cenários em que estas energias se manifestarão.
   Escorpião são as forças que brotam do inconsciente, Saturno as dificuldades que temos em lidar com elas, em trígono com Netuno em Peixes, transcendem as formas racionais e temos a oportunidade de dissolver medos, fantasmas e traumas. Assumir nossa espiritualidade universal e entrar em contato profundo com planos mais elevados de consciência. Isto está acontecendo desde Outubro de 2012 quando se iniciou este aspecto e que se intensifica novamente em Junho de 2013. A humanidade está passando por uma evolução que se manifesta nas ciências, cultura, economia, política, relações sociais e em todas as formas de relações.  A vida muda com esta dissolução de limites que nos auto-impomos, seguindo padrões e valores obsoletos que só beneficiam uma minoria falida, reacionária e inconsciente.
   Na metade do ano de 2013 o trígono de Júpiter em Câncer com Saturno em Escorpião vai colocar lente de aumento nas emoções, na família e na capacidade de gerar e nutrir. Esta energia em harmonia com Saturno em Escorpião estabelece e conscientiza, trás a ideia do todo, temos a noção da universalidade dos nossos problemas e soluções. Teremos oportunidades para derrubar muros e limites, perder o medo do outro e ter a noção de que interagir é mais proveitoso do que reagir. Vamos nos expandir de forma sólida e realizar sonhos, nas áreas da vida/casas, em que este aspecto acontece e onde temos Câncer e Escorpião, signos de água e que falam das origens, intuição e da nossa capacidade de doação, poder e transformação profunda e radical.
   Em Julho teremos o trígono de Júpiter em Câncer com Netuno em Peixes, este é um aspecto de evolução espiritual e vai transcender a energia do planeta, o que nos afeta diretamente, principalmente nas casas em que temos estes signos. Peixes é o arquétipo do Amor Universal e Câncer é a família, a maternidade, a capacidade de alimentar e a mediunidade. Energia de libertação do passado, limpeza espiritual e de karmas familiares e pessoais. Abertura dos chacras e ampliação da percepção que alimenta a razão e as leis. Será necessário desenvolver ferramentas que nos ajudem a lidar com estas energias e capacidades ampliadas.
   Em agosto teremos o trígono de Júpiter em Câncer com Kíron em Peixes. Kíron é o Centauro ferido que se dedicava a curar os ferimentos dos outros.
   Este aspecto proporciona a cura das nossas dores mais profundas através do Amor, o próprio e pelos outros. Consciência que não podemos ser plenos e saudáveis convivendo numa humanidade doente e oprimida, os problemas dentro de uma casa atingem todos moradores. A espiritualidade e a transcendência de Netuno em Peixes dissolvem e curam, as dores e as feridas abertas da família humana de Kíron em Câncer.