Translate

terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Lunação no Mapa Natal

                        Lunação no Mapa Natal   

   A Lua gira em torno do seu próprio eixo durante aproximadamente 28 dias. Também realiza o movimento de translação em torno do Sol, junto com a Terra em 365 dias, o que permite os eclipses solares e lunares, ver vídeo do post anterior.
   Seu movimento em torno da Terra também leva 28 dias, e é graças a isto que só podemos ver uma face dela é a única que tem influência gravitacional na Terra por sua proximidade, aproximadamente 384.405 km. É a principal responsável, junto com o Sol em menor escala, pelas marés. Apresenta fases que dependem do ângulo formado pelo Sol/Terra/Lua, Fase Nova, Crescente, Quarto Crescente, Cheia, Minguante e Quarto Minguante.
   Para a astrologia a fase Nova beneficia os inícios, a expansão na Crescente, visibilidade na fase Cheia e finalizações na fase Minguante. Tudo que ocorre na Nova culmina na Cheia e pode ser revisto na Minguante e reprogramado na Crescente.
   Os três dias anteriores a mudança da fase da Lua, início da lunação, já começamos a vivenciar a energia que vai se manifestar com força máxima no dia exato da mudança, após decresce mas mantêm a influencia nos 3 dias posteriores.
   A casa do mapa astral que ocorre a Lua Nova é a área da vida que será potencializada pelo ciclo que culmina na Lua Cheia, afetando a casa oposta. Ocorrendo a fase Nova na casa I devemos prestar atenção como estamos encaminhando os relacionamentos, casa VII, os efeitos tanto positivos quanto negativos irão aparecer na próxima Lua Cheia. O signo da lunação é o arquétipo envolvido.
   A cada mês acontece uma Lua Nova que focaliza e sensibiliza um eixo do mapa natal, que determinam cúspides de casas ou setores da vida,  pelos próximos 28 dias.
A Lua Nova quando acontece na:
Casa I e VII- Eixo Áries/Libra – Nossas atitudes frente o mundo, como nos relacionamos com o Eu e com o Outro. Potencializa a auto estima e o cuidado com a aparência. O que provocamos através das nossas atitudes com os outros, definindo os relacionamentos. Energiza, ativa e beneficia a independência, tomadas de decisões e início de alianças produtivas.
Casa II e VIII – Eixo Touro/Escorpião – Foca o que penso que possuo e como vejo as perdas. Inicia um período de crises e perdas, muitas vezes necessárias para novos começos e possibilidades de fazer mudanças fundamentais para se poder ganhar o que se ambiciona. Valorizar a integridade física e os poderes pessoais. Concentração da vontade e renascimento.
Casa III e IX – Eixo Gêmeos/Sagitário – Ativa o pensamento e como analisamos a vida, capacidade de diálogo, irmãos, vizinhos e comunicação em geral. Nossas experiências acumuladas, ideologia, filosofia de vida, cultura e fé. Intensifica conclusões e aprendizados, aproxima mestres espirituais e professores acadêmicos. Movimento e troca, do desejo de acertar as metas e aspirações.
Casa IV e X – Eixo Câncer/Capricórnio – Família e assuntos que se referem a casa, afeta os pais. Toca os hábitos, a vida particular e as origens. Envolve nossa imagem pública, profissão, reputação e para onde vamos. Favorece a busca de intimidade e os encontros familiares, sanguíneos ou não. Reuniões que definam projetos e iniciar o que ambicionamos que seja sólido. Beneficia a busca de proteção e estruturação.
Casa V e XI – Eixo Leão/Aquário – Criatividade, filhos e prazer de viver e como queremos ser amados. Onde nos inserimos na sociedade, função, preocupações com o coletivo, relações sociais e grupo de amigos. Foca a nossa auto estima e onde nos sentimos a vontade e pertencemos. Lunação para sair do ostracismo, curar a auto imagem, aparecer e brilhar. Podemos nos diferenciar da massa e nos libertar dos limites impostos.
Casa VI e XII – Eixo Virgem/Peixes – Afeta o trabalho cotidiano, deveres e o que achamos que é nossa obrigação. Focaliza como nos alimentamos, processamos os nutrientes e como organizamos nossa vida. Se manifesta na nossa espiritualidade e saúde. Lembra que as doenças são manifestações de como conduzimos nossas vidas e que somos mortais. Lunação para colocar as coisas no lugar e diminuir o ritmo. Descobrir o que realmente vale a pena e fazer mudanças de hábitos e de critérios.