Translate

quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Netuno o Mentor da Vida

                      Netuno o Mentor da Vida

   Netuno “Deus dos Mares” é o arquétipo do sonho, da dissolução do micro cosmo no macro cosmo, necessária para mantermos a lucidez, descarregar a mente, é a meditação e a transcendência. Dissolve para não quebrar, é a qualidade do bambu que precisa da flexibilidade de sua estrutura para não partir com o vento. É a consciência do Universo que está dentro de nós, se manifesta nas ilusões, na intuição, na inspiração, na mediunidade e no que chamamos de insights, premonições ou vidências. Em trânsito pelo zodíaco aponta que arquétipo está se flexibilizando para a evolução espiritual e mental da humanidade se dê.
   Sua passagem recente por Aquário, de 1988 até 2011, abriu a porta para evolução da consciência de coletividade, se manifestou através do que chamamos de Globalização, abrindo caminho para uma humanidade mais integrada, Aquário é o coletivo e um signo de Ar/Mente. Dissolveu o velho conceito de culturas restritas aos seus limites geográficos, expandiu a consciência tribal e isolada da humanidade, este conceito hoje é uma prática cada vez mais abrangente, aos poucos atingindo todos habitantes da Terra através da tecnologia e humanismo. Pode ser que ainda não conseguimos nos comunicar telepaticamente, mas temos algo muito similar e também em real time.
   Netuno entrou em Peixes, signo que rege, em fevereiro de 2012. Dissolve a rigidez e as certezas arrogantes. É o signo dos sentimentos mais profundos, sensibilidade, imaginação e inspiração. Neste trânsito, que permanecerá por 14 anos, seu ciclo completo pelo Zodíaco é de aproximadamente 164 anos, estaremos mais predispostos as percepções mais sutis, a transcendência do ego, a espiritualidade e a conexão com planos mais elevados de consciência.
   Predispostos a experiências místicas, a dissolver tudo que não serve mais para nossa vida, desde idéias, relacionamentos, afetividade, segurança, métodos superados de sucesso e experimentar um contato mais profundo com o nosso interior e nos conectar com o outro, respeitando e agregando. Por outro lado favorece a alienação, escapismo, e a coisas que nos dão uma falsa sensação de alívio e bem estar. As doenças psíquicas e as drogas necessitarão de uma atenção especial das famílias e da sociedade, que devem contribuir com uma postura menos materialista e mais humana e solidária. Peixes é o Amor Universal e experimentá-lo cura e alivia.
   Devemos exercer o desapego, aceitar que desafios e dores, alegrias e prazer vão e vem e o que fica é o que aprendemos a essência da experiência. Nestes próximos anos podemos adquirir leveza, desprendimento e liberdade. Sair deste período mais ágil, flexível e com maior possibilidade de usufruir o que a vida tem de melhor no aqui e agora e em conjunto.

   Em sua última passagem por Peixes de 1834 até 1847 descobriu-se a anestesia através do clorofórmio, a hipnose começou a ser aplicada na medicina, inclusive em cirurgias e desenvolvemos o estetoscópio. Lembro que Peixes é o signo do inconsciente e de tudo que não podemos ver o que não quer dizer que não exista. Dissolve para possibilitar a seqüência da evolução da vida, da natureza e do grande ciclo universal cósmico.